Onde ficar em Lisboa? Melhores bairros para se hospedar

Há 81 dias

Vai viajar pela Europa e passar por Portugal? Quer saber os melhores bairros para se hospedar na capital? Lisboa está cada vez mais cobiçada, o que significa que os preços vêm subindo. Mas não se preocupe! Há alternativas de hospedagem para todos os gostos e bolsos; desde bons hotéis a apartamentos de aluguel por temporada, guesthouses e hostels/albergues.

A gente te ajuda a decidir a melhor região para hospedar-se! Afinal, é importante encontrar um lugar que combine não só com o orçamento, mas com o seu estilo, né? Saiba onde ficar em Lisboa com as nossas dicas!

É sua primeira vez em Lisboa? Prefira hospedar-se pelo centro!


Se você nunca esteve antes na cidade, o ideal é mesmo procurar pelos bairros mais centrais e históricos (turísticos também), como a Baixa, o Rossio e o Chiado. Como Lisboa é uma cidade pequena, essa é uma boa maneira de fazer vários passeios a pé e economizar no roteiro. É também verdade que cada região é bem distinta, ou seja, a escolha de onde ficar com certeza irá dizer muito sobre como será sua experiência!

Conto um pouquinho sobre as principais áreas e bairros, listando algumas vantagens e desvantagens de cada uma delas para ajudar na sua escolha! Boa viagem!


Onde ficar em Lisboa: Chiado




O Chiado é o coração da capital portuguesa, localizado entre o bairro Alto e a Baixa. Lá estão alguns dos principais ícones da cidade, como o café A Brasileira, a estátua do Fernando Pessoa e os queridinhos pastéis de nata da Manteigaria. Da zona é possível percorrer todo o centro histórico a pé. Veja aqui mais dicas do que fazer no Chiado.

Vantagens: localização central e bem servida de transporte público, bastante comércio e opções de lojas e restaurantes.

Desvantagens: a muvuca turística, as ruas do Chiado estão quase sempre lotadas de gente.


Onde ficar em Lisboa: Baixa




A Baixa é vizinha do Chiado (divididos pela Praça Luís de Camões), zona também super central, que compreende a área entre a Praça do Comércio e o Rossio. A região abriga alguns dos principais pontos turísticos da cidade, como o Elevador de Santa Justa, a Praça do Comércio, a Praça da Figueira e a Confeitaria Nacional, do ano de 1829. É a escolha ideal para o viajante que curte caminhar. O clima é mais boêmio que no Chiado, bom para aproveitar a vida noturna! Veja mais dicas do que fazer pela Baixa e Rossio.

Vantagens: localização central e bem servida de transporte público, bastante comércio e opções de lojas e restaurantes.

Desvantagens: costuma haver trânsito na região; é preciso tomar cuidado com as atrações “pega-turistas”, como os restaurantes disputando a atenção dos visitantes.


Onde ficar em Lisboa: Rossio




Outro ponto muito central e bem servido de transportes. É lá que você encontra a Estação do Rossio, de onde partem os trens para fazer o clássico passeio bate e volta até Sintra e outras cidades. O bairro leva o nome da praça do Rossio, uma das praças mais belas de Lisboa. Ficando lá perto é possível conhecer muita coisa a pé. Veja mais dicas do que fazer pela Baixa e Rossio.

Vantagens: localização central e bem servida de transporte público, bastante comércio e opções de lojas e restaurantes.

Desvantagens: se você gosta de tranquilidade, o agito turístico pode atrapalhar.


Onde ficar em Lisboa: Bairro Alto




É uma das zonas mais tradicionais de Lisboa e também uma das mais agitadas, com muitas opções de bares. Mas o grande destaque do bairro é mesmo suas excelentes opções gastronômicas. Se tiver disposição, saiba que é possível ir caminhando do Bairro Alto ao Chiado sem problemas.

Vantagens: ficar em um bairro bem tradicional e charmoso, a oferta gastronômica.

Desvantagens: se você não gosta de barulho e movimentação pela noite, melhor considerar outra alternativa.


Onde ficar em Lisboa: Alfama




As ruelas, os bondinhos, as fachadas com azulejos, as casas de fado, os mirantes com vista para o Tejo… tudo aquilo que abarca o imaginário de Lisboa está na Alfama. Sem dúvidas, esse é um dos locais mais charmosos da cidade. É a zona para quem quer sentir-a Lisboa tradicional. Veja aqui o que fazer na Alfama.

Vantagens: ainda é um bairro repleto de história e tradição, super fotogênico e ideal para conhecer as casas de fado.

Desvantagens: muitas subidas íngremes, não há estações de metrô muito próximas, grande parte das ruas é fechada (impedindo a entrada de táxis e carros particulares).


Onde ficar em Lisboa: Belém




É em Belém que ficam algumas das atrações mais procuradas da capital portuguesa, como o Mosteiro dos Jerônimos, a Torre de Belém a queridinha Casa dos Pastéis de Belém. É uma zona mais distante do centro. Mas chega-se até a Baixa facilmente com o elétrico 15E ou ônibus. Se você já conhece Lisboa e quer mais tranquilidade, pode ser uma boa região para ficar. Veja aqui o que fazer em Belém.

Vantagens: Região mais tranquila, grande concentração de monumentos e atrações.

Desvantagens: Zona mais distante do centro.


Onde ficar em Lisboa: Avenida Liberdade e Marquês de Pombal




É pela zona que está o centro financeiro e empresarial de Lisboa, sem aquela atmosfera tradicional de Lisboa, com as pequenas ruelas e o bonde. A boa notícia é que é possível ir caminhando até a Baixa ou Chiado (cerca de 15 a 20 minutos).  A área é também muito bem servida por transporte público, com três estações de metrô nos arredores: Avenida, Marquês de Pombal e Restauradores. Apesar da Avenidade Liberdade ser a avenida mais elegante de Lisboa, com muitas lojas, restaurantes e hotéis de luxo, é possível encontrar ainda boas alternativas de albergues e guesthouses baratas por perto.

Vantagem: Grande oferta de hotéis, variedade de cafés e comércio, fácil acesso ao centro da cidade, boa conexão de transporte com o restante da cidade

Desvantagem: a zona não tem aquele ar característico de Lisboa tradicional.


Onde ficar em Lisboa: Príncipe Real


Sem dúvidas, esta é a zona mais moderninha de Lisboa atualmente, com restaurantes, bares, cafés e lojinhas legais. Por entre ruelas e pracinhas charmosas, você vai encontrar muitos novos empreendimentos comerciais, mas o bairro continua com sua atmosfera mais residencial. É possível descer a pé para o Chiado, mas prepare-se para a subir tudo de volta! O Príncipe Real fica em uma das zonas mais elevadas de Lisboa, logo perto do Bairro Alto.

Vantagens: grande oferta comercial, fácil acesso ao centro.

Desvantagens: as ladeiras e como a zona está na moda, nem sempre lá é o lugar para encontrar alternativas de hospedagem e comércio mais econômicas.


Onde ficar em Lisboa: Cais do Sodré




Essa é a localização perfeita para quem quer viajar para curtir a vida noturna de Lisboa. Antiga zona de drogas e prostituição, o Cais do Sodré passou por diversas iniciativas de renovação e hoje abriga uma grande variedade de bares e discotecas. É lá que fica a famosa Rua Cor de Rosa, por onde o agito segue toda a madrugada. Ah, e não podemos esquecer que é logo ali que está também o queridinho Mercado da Ribeira, o point gastronômico de Lisboa.

Vantagens: a estação de metrô Cais do Sodré, fácil deslocamento até o centro, o Mercado da Ribeira e o Tejo pertinho.

Desvantagens: dependendo da localização do seu hotel, o barulho do intenso movimento noturno pode atrapalhar as suas horas de descanso.


Quer economizar? Troque o hotel por um hostel na sua viagem


Se quiser economizar na sua viagem, vale considerar trocar seu hotel por um hostel (albergues) em Lisboa. Isso porque a cidade abriga alguns dos melhores albergues do mundo. Na edição de 2018 do HOSCARS, o “Oscar dos albergues”, o Home Lisbon Hostel (grande vencedor de 2017) ganhou o primeiro lugar na categorias de Melhor Hostel Médio e de Melhor Hostel de Portugal. Outros nomes que valem conferir pela capital são: Goodmorning Lisbon Hostel, Goodnight Hostel, Lisbon Calling, Lisbon Dream Guesthouse, Lisbon Destination, Hostel Hub New Lisbon e Lisboa Central Hostel - todos sempre bem avaliados, e com opções de quartos privados ou compartilhados. Reserve aqui a sua hospedagem em Lisboa.

Dica amiga: há zonas que costumam ter ofertas atraentes (perto do Parque das Nações e nas proximidades da Praça de Espanha, Avenidas Novas e Saldanha); mas que ficam mais distantes do centro histórico e não possuem os cenários típicos que se espera encontrar quando se está em Lisboa.

Esta oferta/dica foi escrita por Julia Medina

Jornalista curiosa e apaixonada por conhecer novos lugares e planejar roteiros – para nem sempre segui-los. Espera ainda explorar muitos cantos do mundo e poder compartilhar suas dicas e experiências.

Viaje mais pelo Brasil e pelo mundo

Encontre as passagens mais baratas com o Voopter

Buscador

Compare as tarifas de companhias aéreas, de agências e sites de milhas

Buscar Passagens

Quando viajar?

Quando viajar pagando barato partindo do Rio de Janeiro?

Planejar viagem

Alertas

Não achou o preço da passagem que você queria? Crie um alerta!

Criar um alerta

Promoções e Dicas

Seja o primeiro a receber promoções e dicas de viagem.

Cadastre-se

Voopter Mobile

Baixe o nosso app, encontre passagens baratas e seja notificado com as melhores promoções