Impossível visitar Lisboa e não percorrer as ruas do Chiado. Localizado entre o Bairro Alto e a Baixa lisboeta, esse é um dos bairros mais tradicionais da capital portuguesa, antigo reduto de artistas e intelectuais. Atualmente, a zona é mesmo dos turistas. Mas apesar do desafio de desviar do intenso trânsito de pedestres, isso não faz o bairro perder seu charme. Veja nossas dicas para curtir as principais atrações dessa zona,  repletas de cafés, lojas e livrarias.


O que fazer no Chiado:


Conhecer a Praça Luís de Camões


O nome já diz: ali homenageia-se o escritor português autor da obra Os Lusíadas, cuja estátua ocupa o centro da bela praça. É ela que divide o Chiado do Bairro Alto e dali desembocam as principais ruas da região. Lá encontra-se também o Consulado Geral do Brasil.


Bater uma foto com Fernando Pessoa e tomar um café no A Brasileira




O A Brasileira é um dos ícones do Chiado. Trata-se de uma das cafeterias mais antigas de Lisboa, fundada em 1905. O café, autenticamente brasileiro, logo conquistou muitos admiradores e virou ponto de encontro de personalidades, como Fernando Pessoa. Frequentador assíduo do local, o escritor ganhou até uma estátua em sua homenagem. Localizada bem em frente ao café, hoje ela serve de cenário para milhares de turistas garantirem uma foto. Mas não deixe também de conferir o interior e pedir uma bica (um café) no balcão.


Visitar a Livraria Bertrand


Inaugurada em 1732, esta é a livraria mais antiga do mundo ainda em funcionamento. Incrível, né? Por suas salas já passaram importantes escritores, como Eça de Queirós. Ela está localizada na mais movimentada rua do Chiado, a Garret, assim como o Café A Brasileira. Se você é um amante dos livros, vale visitar também a Livraria Ferin (R. Nova do Almada 72), a segunda mais antiga de Lisboa.


Comer o pastel de nata da Manteigaria




É fácil achar a loja da Manteigaria no Chiado, seja pelo cheirinho de uma nova fornada saindo ou pela fila que costuma se formar do lado de fora. Mas não se preocupe, o atendimento é super rápido e a espera compensa. Entre, peça seu pastel no balcão e aproveite para conferir o preparo deles pelo vidro que divide o ambiente. A Manteigaria fica pertinho Praça Luis de Camões e seu pastel é um dos favoritos na disputa entre os melhores pastéis de nata de Lisboa.

Se você não é fã do doce (vai entender!), vale experimentar os gelatos da Santini, considerado um dos melhores da capital portuguesa, que também tem loja no bairro.


Encantar-se com a loja A Vida Portuguesa


As ruas do Chiado abrigam lojas de todos os tipos, mas uma delas é imperdível, mesmo que você não compre nada! Na Vida Portuguesa vende-se produtos genuinamente portugueses, em embalagens originais. Ou seja, com ar vintage super fofo! Passear pela loja é mergulhar no passado do país através de tradicionais marcas portuguesas. Cada produto é acompanhado de um pequeno texto com a sua história. Há dois estabelecimentos na zona: uma na Rua Anchieta, 11; e outra na Rua Ivens, 2. Se quer fazer compras, vale visitar o centro comercial Armazéns do Chiado.


Onde comer no Chiado?


Não faltam opções de onde comer pelo Chiado. É lá, por exemplo, que você encontra o restaurante Bairro do Avillez, do renomado chef José Avillez. Se quiser uma opção mais em conta e tipicamente portuguesa, a tasca Das Flores (Rua das Flores, 76) é o lugar certo. Outra alternativa - mais econômica - é a Cantina da Freiras (Travessa do Ferragial, 1), ambiente da Associação Católica Internacional ao Serviço da Juventude Feminina que funciona no estilo self-service. Além do ótimo preço, a vista do terraço é incrível!