Saiba como tirar visto para os EUA, Japão, Canadá e Austrália

Há 32 dias

A partir desta segunda, dia 17, turistas da Austrália, Canadá, Japão e Estados Unidos não precisarão mais de vistos para entrar no Brasil. A decisão faz parte de um decreto presidencial publicado no dia 18 de março em edição extra do Diário Oficial da União. A estada desses visitantes poderá ser de até 90 dias, prorrogável por igual período, desde que não supere 180 dias, a cada 12 meses, contados a partir da data da primeira entrada.

Em 2017, as quatro nacionalidades agora beneficiadas já haviam participado de um projeto piloto, que envolveu a concessão de visto eletrônico. Em um ano de operação, foi registrado um crescimento de 353% na emissão de autorizações, digitais e tradicionais, de entrada no país. A expectativa é de que a isenção contribua para o Brasil alcançar a meta de receber 12 milhões de estrangeiros por ano (em 2018 o país recebeu 6,6 milhões de visitantes internacionais, menos que o Museu do Louvre, por exemplo, que registrou 7,6 milhões).

No entanto, a nova medida é unilateral, ou seja, nós, brasileiros, ainda teremos que nos submeter aos processos para obtenção de visto nesses quatro países. Cada um deles têm exigências específicas e você deve cumpri-las caso decida visitá-los. Para começar, em todos os casos você vai precisar de um passaporte válido por, pelo menos, seis meses após o dia do embarque.

Estados Unidos

O governo norte-americano emite os vistos através da Embaixada em Brasília e dos Consulados em Recife, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre. Para solicitar o visto, você vai precisar de certos documentos e uma foto. Preencha o Formulário DS-160 online. Selecione a cidade onde quer comparecer pessoalmente para a entrevista, caso seja necessário. Ao completar o formulário, imprima a página de confirmação. Tenha em mãos seu passaporte, informação sobre vistos anteriores que tenha obtido para os Estados Unidos, se houver, e quaisquer outros documentos relevantes para a viagem que planeja fazer aos EUA. Você precisará das informações contidas nesses documentos ao preencher o formulário.

Veja aqui passagens aéreas baratas para EUA

Após o envio do formulário, o requerente deve fazer o pagamento da taxa de visto (US$ 160). Ela pode ser paga com cartão de crédito através da internet ou por telefone. Os solicitantes também podem pagar a taxa de visto através de boleto bancário. Importante: Se a taxa for paga por boleto bancário, é necessário aguardar a confirmação do pagamento antes para que o agendamento possa ser efetuado.

Por último você terá que fazer dois agendamentos: um no Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto (Casv), para verificação e foto, e outro na Embaixada ou Consulado, para realização da entrevista. Os agendamentos podem ser efetuados online através do site, do Call Center ou Skype. Os solicitantes entre 14 e 79 anos de idade precisam comparecer pessoalmente à Embaixada ou Consulado diante de um oficial consular. Os solicitantes com idade inferior a 14 anos e com 80 anos completos ou mais podem ser aptos a submeter sua documentação através de um representante.

No dia da entrevista não se esqueça de levar todos os documentos que comprovem a intenção de retornar ao Brasil. Caso o visto seja aprovado, o passaporte poderá ser entregue no Casv selecionado pelo requerente no site.

Mais informações em: br.usembassy.gov.

Austrália

A solicitação do visto de turista é feita de forma online. A taxa do visto é de 140 dólares australianos (R$ 350), paga pelo site oficial no cartão de crédito. O visto tem duração de 12 meses. Normalmente a resposta sai em 15 dias, mas em alguns casos pode demorar 30 dias. Você precisará enviar uma lista de documentos como passaporte, fotos, comprovação financeira, certidão de casamento, vínculo empregatício com o Brasil. O objetivo é deixar clara a sua intenção de apenas visitar a Austrália por alguns dias, retornando ao seu país.

Veja aqui passagens aéreas baratas para Austrália

Caso seja aprovado, o turista receberá por escrito as seguintes informações: o seu número de concessão de visto, a data em que seu visto começa a valer e as condições do seu visto. É preciso manter uma cópia dessa decisão com você enquanto estiver na Austrália. As informações do viajante estarão gravadas no sistema central de imigração australiano e vinculadas ao número de seu passaporte (diferentemente do norte-americano, por exemplo, o visto da Austrália não tem um “selo” colado nas páginas do documento). Caso o visto seja recusado, o governo lhe dirá o motivo e se você tem direito a uma revisão da decisão.

Mais informações em: https://immi.homeaffairs.gov.au/visas/getting-a-visa/visa-listing/visitor-600

Canadá

Desde 2017 os brasileiros que tiveram visto canadense emitido nos últimos 10 anos, ou visto americano de não imigrante válido, podem entrar em território canadense sem necessidade de nova autorização. No lugar do visto, os brasileiros podem solicitar uma Autorização Eletrônica de Viagem (eTA). O processo de solicitação é simples, de baixo custo e leva apenas minutos para ser concluído. A autorização é válida por até cinco anos e permite várias viagens por curtos períodos para fins de turismo, negócios, intercâmbio de até seis meses ou trânsito por aeroporto canadense. A maioria dos casos é aprovada em minutos.

Veja aqui passagens aéreas baratas para o Canadá

O website do Governo do Canadá é o único válido para solicitar um eTA. O viajante necessita de um passaporte, um cartão de crédito ou débito e um endereço de e-mail. O pagamento consiste em uma taxa de emissão de 7 dólares canadenses (cerca de R$ 20). A autorização consiste em um formulário eletrônico com detalhes da viagem.

O visto convencional também feito pelo site do governo, mas os gatos são maiores e o processo também. Você precisará enviar uma lista de documentos (passaporte, fotos, comprovação financeira, certidão de casamento) e uma carta com o objetivo da viagem. Após o envio do formulário preenchido e o pagamento da taxa, de 100 dólares canadenses (cerca de R$ 285), o solicitante deve esperar a aprovação, ou não, do documento. Sendo aprovado, você terá que enviar o seu passaporte e, posteriormente, vai retirá-lo em algum dos escritórios oficiais no país, no Rio, São Paulo e Brasília.

Mais informações em: canada.ca/en.html.

Japão

Os cidadãos brasileiros que desejam viajar ao Japão, podem optar pelo visto de uma entrada, dupla ou de múltiplas entradas, com a finalidade de "Curta Permanência". A taxa a pagar vai depender do tipo escolhido, variando de R$ 97 (uma entrada) a R$ 194 (múltiplas entradas). O processo não é feito de forma online, portanto você precisará ir até representações diplomáticas e consulares do Japão no brasil.

Veja aqui passagens aéreas baratas para o Japão

Para solicitar o visto, em princípio, é necessária a presença do próprio requerente. Porém, caso não seja possível, o visto poderá ser solicitado por terceiros desde que seja feita uma autorização por escrito do requerente, ou através de agências de turismo cadastradas. Em caso de visto de negócios, são admitidos funcionários responsáveis com a identificação da empresa (crachá ou carteira de trabalho).

Os documentos necessários para requerer o visto de turista são: passaporte válido, formulário de pedido de visto para entrar no Japão, uma foto 3 x 4cm (nítida, recente e fundo branco), reserva de passagem de ida e volta desde a saída do Brasil, cronograma da viagem, comprovante de renda, declaração de imposto de renda completa com o recibo de entrega à Receita Federal ou contra-cheque dos últimos três meses (original e cópia).
O prazo para a entrada no Japão é de 3 meses a partir da data de emissão do visto.

Site: https://www.br.emb-japan.go.jp/itprtop_pt/index.html


Esta oferta/dica foi escrita por Natália Strucchi

Jornalista por formação, viajante por opção. E poder juntar as duas paixões numa profissão é a realização de um sonho. De Teresópolis (RJ) para mais de 20 países e centenas de cidades mundo a fora.... Toda essa andança me faz crer que viajar é muito bom, mas poder compartilhar toda esta experiência com outros viajantes é ainda muito melhor!

Viaje mais pelo Brasil e pelo mundo

Encontre as passagens mais baratas com o Voopter

Buscador

Compare as tarifas de companhias aéreas, de agências e sites de milhas

Buscar Passagens

Quando viajar?

Quando viajar pagando barato partindo do Rio de Janeiro?

Planejar viagem

Alertas

Não achou o preço da passagem que você queria? Crie um alerta!

Criar um alerta

Promoções e Dicas

Seja o primeiro a receber promoções e dicas de viagem.

Cadastre-se

Voopter Mobile

Baixe o nosso app, encontre passagens baratas e seja notificado com as melhores promoções