Viajar de trem na Europa é uma das formas mais tradicionais de conhecer o Velho Continente. A rede ferroviária europeia é super bem estruturada, sendo possível atravessar um ou mais países com bastante praticidade e eficiência - não precisa fazer check-in, despachar mala…

Ah, e claro, com as ótimas ofertas de passagens aéreas para a Europa que têm aparecido, fica mais fácil garantir sua viagem de avião e depois seguir o passeio pelas ferrovias.

Estude a rota antes da viagem




Viajar de trem na Europa é uma boa alternativa especialmente para viagens curtas e médias (de até 4 horas de distância). O importante é calcular o tempo de deslocamentoPor exemplo, ainda que um vôo demore uma hora é preciso colocar na conta o tempo de fazer o check-in com uma hora de antecedência, do despacho de bagagem e de deslocamento até o aeroporto (que costuma estar mais distante do centro do que as estações ferroviárias). Assim, nos voos acabamos acrescentando pelo menos três horas por conta dessas particularidades da viagem de avião. Estude sua rota e faça as contas.

Compre suas passagens com antecedência


Comprar suas passagens com antecedência quase sempre significa economia. A dica vale especialmente para trens de alta velocidade e noturnos. Os valores variam assim como os preços das viagens de avião, de acordo com a disponibilidade, hora e dia. Em viagens regionais (que circulam por trilhos de baixa velocidade) é tranquilo comprar os bilhetes na hora de viajar, pois muitas vezes os preços são fixos. Mas atenção: se tiver dúvida se conseguirá chegar a tempo na estação, melhor não comprar os bilhetes com antecedência.



Para programar-se, saiba que os bilhetes de trem costumam ficar disponíveis no sistema entre 60 e 90 dias antes da viagem. E o ideal é sempre comprar o bilhete no site das empresas ferroviárias do país de saída (veja a lista das cias ferroviárias dos principais países europeus no final do post!).

Confira se é obrigatório reservar assento




A reserva de lugar é obrigatória em alguns trens pela Europa, geralmente os noturnos e de alta velocidade. Outros também oferecem a opção de viajar com ou sem reserva. Esse processo costuma ser feito durante o procedimento de compra online, ou junto ao guichê na estação de trem, antes do embarque. Preste atenção a esse detalhe na hora de fechar sua viagem! Nos trens regionais não é necessária (e quase sempre isso nem é possível) a reserva. Você chega e fica onde estiver vazio.

Primeira ou segunda classe?




A maioria dos trens europeus possuem uma boa estrutura (exceto aqueles muito antigos). Ou seja, a segunda classe já costuma ser bem confortável - inclusive mais que a classe econômica do avião. A primeira classe possui assentos melhores e mais espaço. Algumas linhas também costumam oferecer wi-fi e café como cortesia (fique ligado nas promoções se quiser viajar assim). Em trechos curtos de até 4 horas, a segunda classe atende muito bem as necessidades.

Fique de olho nas conexões




Da mesma forma que em muitas viagens de avião é preciso fazer uma ou mais conexões antes de chegar ao destino final, o mesmo acontece na viagem de trem. Por isso, quando comprar os bilhetes, fique atento ao número de paradas e trocas de embarcação. O tempo de conexão é quase sempre curto, questão de minutos. Pode realmente ser um pouco corrido, mas é tudo planejado pela própria empresa, que considera que não é preciso passar por check- in, imigração… No máximo você precisará trocar de plataforma. Mas o comum é que o próximo trem saia da mesma que você chegou e então é só sair de um para o outro. Para facilitar, vá deixando suas malas a postos um pouco antes da parada e fique de olho no número do vagão em cada trecho.

Dica amiga 1: diversas cidades possuem várias estações e nem sempre há paradas em todas. Não se esqueça de checar isso para não correr o risco de desembarcar no lugar errado.

Dica amiga 2: o site da ferrovia alemã (Deutsche Bahn) possui um excelente banco de dados sobre as ferrovias da Europa. Lá você consegue simular sua viagem completa para conferir as conexões.

Viaje leve




Uma das vantagens de viajar de trem na Europa é que você não despacha as malas e não precisa se preocupar com um limite máximo de peso. Mas cuidado, não vá exagerar por conta disso. Lembre-se que é você quem terá que carregar sua mala sozinho(a). Para não passar perrengue, tente viajar com o mínimo de bagagem possível. Malas maiores vão nas prateleiras na entrada dos vagões. Se já estiver lotado, você vai precisar usar o compartimento acima do seu assento (viu só por que é importante viajar leve?).

Seja pontual


Os trens na Europa são bem pontuais. Além disso, para quem nunca viajou de trem, as grandes estações europeias podem assustar. Lembre-se que depois de chegar na estação é preciso encontrar a plataforma correta de embarque.



Não é preciso estar na plataforma com antecedência excessiva, pois os trens só costumam chegar alguns minutos antes da partida - especialmente se você estiver embarcando numa cidade de conexão. Em destinos que são início de linha, o tempo parado costuma ser maior. De qualquer forma, não se atrase e tente chegar 5 ou 10 minutos antes do horário. É possível subir no trem até o apito que antecede o fechamento das portas. Novamente: fique de olho no número do seu vagão!



Observação: quase nunca é preciso passar pela imigração ao viajar de trem na Europa. A conferência de passaporte só acontece quando o viajante ultrapassa a fronteira do espaço Schengen (espaço de livre circulação para cidadãos europeus e estrangeiros com permissão de entrada entre os países signatários). A Inglaterra, por exemplo, não faz parte do Tratado de Schengen. Assim, se você viajar de de trem de Paris até Londres, precisará carimbar o passaporte. Nesses casos, chegue com pelo menos 45 minutos de antecedência.

Antes de garantir sua viagem de trem, veja nossa lista das principais empresas ferroviárias da Europa:
Alemanha: Deutsche Bahn
França: Thalys e SNCF
Itália: Trenitalia e Italo
Espanha: Renfe
Suíça: SBB
Portugal: CP
Inglaterra: Eurostar e TheTrainLine
Bélgica: Thalys e Belgian Rail
Holanda: NS

E aí, curtiu nossas dicas para viajar de trem na Europa? Veja abaixo os melhores preços de passagens aéreas para a Europa encontrados pelos usuários do Voopter nas últimas horas e programe seu roteiro!


[advanced_iframe securitykey="cd16ab14c6fccf40a0ad5795eabcb24469bc3f99" src="http://voopter.com.br/ofertas-blog/para-europa/E?type_link=search"]