Conhecer o Hawaii sempre foi um sonho. Eu sabia que mais cedo ou mais tarde eu iria conhecê-lo, então me preparei para esse momento. E ele chegou. Depois de muito pesquisar, tentar e poupar, embarquei para uma viagem a trabalho que teria alguns dias de lazer. E aproveitei para realizar um dos meus sonhos de viagem…. E compartilho um pouco dessa experiência nas próximas linhas.

Se você gosta de praia, natureza, boa conversa ou paisagens naturais, é impossível nunca ter se impressionado com o Hawaii. Arquipélago localizado no meio do Pacífico e pertencente aos Estados Unidos, o Hawaii impressiona. Do alto do avião os diferentes tons de azul chamam atenção. Ao se aproximar do aeroporto, essa mescla de cores ganha companhia de uma cadeia de montanha verde. A visão que se descortina da janela do avião é clara e direta: você chegou ao paraíso!

Foram horas intermináveis dentro do avião que me levou de Phoenix até lá, em uma viagem longa e cansativa. E naquele momento eu só conseguia agradecer por estar no lugar que sempre sonhei.

Nas próximas linhas compartilho um pouco das minhas impressões:

Espírito Aloha



A palavra “aloha” está carregada de significados. No passado era usada como forma de demonstrar afeto ou paz. Hoje ganhou novos contornos e é comumente usada pelos hawaianos (e alguns polinésios) como uma forma de saudação ou despedida. Algo como um “olá, tudo bem!” nosso.

Já o “espírito aloha” é muito mais do que uma saudação. Virou, de fato, um estilo de vida repleto de positividade e boas energias. E é assim que os hawaianos levam a vida: felizes, com sorriso no rosto, sempre prestativo e de olho em ajudar o próximo.

Portanto, abra seu coração quando estiver no Hawaii e deixe-se contagiar pela magia dos “locais”, moradores (hawaianos ou não) do arquipélago que fazem de tudo para ver um sorriso retribuído.

Praias




A praia pode até não ser o seu motivo número 1 para conhecer o Hawaii, mas é impossível passar pelas ilhas sem ao menos parar e apreciar a beleza do mar. E antes de entrarmos no tópico é preciso, primeiro, entender a geografia do Hawaii. O arquipélago tem 19 ilhas. Destas, quatro são muito visitadas: Oahu, Mauí, Kauaí e Big Island. As demais têm acesso mais restritos ou são fechadas para visitas. Portanto, na hora de pensar em viajar tenha essas quatro ilhas em mente - as duas primeiras são as maiores e mais visitadas.

Dito isto vamos às praias…. Tem para tudo quanto é gosto. Em Oahu estão as mais conhecidas, como Pipeline, Waimea e Sunset, todas em North Shore. Já na ponta oposta, em South Shore, estão algumas das preferidas dos turistas, como Waikiki. É nesta região, inclusive, que estão os maiores e principais hotéis. Se vale uma dica de hospedagem, procure se hospedar nesta região!

A maioria das praias conta com a impecável organização americana e possuem em seu entorno beach parks com estacionamentos, banheiros, chuveiros e bebedouros. As exceções ficam em algumas praias do North Shore, que são mais desertas e não têm tanto comércio em volta.

Já em Mauí as praias mais badaladas são Lahaina e Ka’anapali Beach. Enquanto a primeira tem muitos hotéis pequenos e aconchegantes, a segunda está tomada de resorts. As demais praias de Mauí estão quase todas distantes e um carro será muito bem-vindo - inclua “aluguel de carro” no seu orçamento de viagem!

Culinária




Duas palavras resumem bem a gastronomia havaiana: leve e refrescante. A culinária havaiana deve ser a mais saudável entre todos os estados norte-americano. A proteína é baseada no peixe e quase todos os pratos levam muitas cores.

O prato principal da ilha é o poke, geralmente servido como entrada nos restaurantes ou comido ao sair da praia. Trata-se de um prato servido em bowls com uma camada de arroz coberta com peixes crus marinados e vários outros ingredientes frescos como algas, frutas, castanhas, sementes, cogumelos, pepino, cebolinha e o que mais a criatividade mandar.

Com exceção de Oahu e de algumas regiões em Mauí, onde há muitos restaurantes contemporâneos, os demais são todos bem típicos e não espere encontrar uma vasto cardápio com carne vermelha. Depois dos pratos à base de peixe e frutos do mar, a preferência se dá pelo porco e frango - pratos com carne de vaca são raros e costumam ser mais caros.

Forte tradição cultural




Já falamos do espírito Aloha. Agora é hora de entrar mais afundo na forte tradição cultural que os hawaianos tanto preservam e se orgulham disso. O Hawaii está dentro da região da Polinésia, que inclui outras ilhas do Pacífico. E há muitos e muito anos os habitantes desta região se chamavam Maori.

Em 1894 o Hawaii se tornou um estado norte-americano, mas as influências e tradições dos maoris se mantém viva até hoje. Os havaianos exibem com orgulhos as tatuagens e cada traço tem um significado. A dança faz parte de cada havaiano e também vem de uma influência antiga. As mulheres, por exemplo, se exibem dançando hula enquanto que os homens dançam haka. A música é outra característica que vem desde os maoris e se mantém intacta. Qualquer evento na ilha precisa ter música… e de qualidade.

Por fim, os esportes. Os locais também fazem questão de lembrar de alguns dos dos mais emblemáticos nomes do esporte, como os surfistas Eddie Aikau e Duke Kahanamoku.

Cenários de filme




O que os filmes Jurassic World; Indiana Jones; Piratas do Caribe; Kong: A Ilha da Caveira; Jumanji e a série Lost têm em comum. Todos foram filmados no Hawaii. Com uma cadeia de montanhas impressionantes; vulcões ativos; cachoeiras; praias desertas e praticamente intocáveis; e estradas cênicas, o Hawaii é praticamente um filme hollywoodiano com final feliz.

Em Oahu as cadeias de montanhas de Waianae e do Ko’olau formam uma visão impressionante e são, frequentemente, usadas para locações, como no mais recente filme de Jumanji.

Em Mauí fica o imponente Parque Natural Haleakala, com a montanha de mesmo nome localizada a mais de 3 mil metros acima do nível do mar. Esta é uma das atrações mais visitadas e deve ser feita em dias de céu limpo. Do alto é possível ver as ilhas vizinhas como Oahu e Big Island. Diz o guia que nos levou até o topo da montanha que no inverno é comum nevar por alguns dias! Verdade ou mentira, leve sempre um caso porque faz frio e venta durante 365 dias do ano!

Ondas perfeitas


Esse motivo é mais que óbvio, mas não custa lembrar não é mesmo! O surfe moderno nasceu e se desenvolve nas águas do Hawaii; os maiores nomes do esporte estão lá e é impossível falar de surfe sem citar Pipeline, Jaws e tantos outros picos que fizeram e fazem a cabeça de qualquer surfista.

Sempre tem onda no Hawaii? Sim, sempre tem. Mas nem sempre são aquelas perfeitas que fazem você sonhar noite e dia. As melhores ondas, geralmente, aparecem no inverno havaiano, entre novembro a fevereiro.

Para quem quer iniciar no esporte, a dica é encarar as “marolas” de Waikiki, em Oahu, ou de Lahaina, em Maui. As ondas são fracas, o fundo é de areia e o que não faltam são turistas tentando ficar em pé na prancha! Portanto, sozinho você não estará!

Diversidade marinha


Fora d’água o Hawaii é um dos lugares mais bonitos do mundo. Dentro a beleza é insuperável. Água quente e um Pacífico inteiro em volta fizeram deste arquipélago um paraíso para mergulhadores. E não precisa ser profissional para admirar as incontáveis belezas subaquáticas: com um snorkel e máscara já é possível apreciar o que há de melhor. Se você for mergulhador ou tiver alguma experiência com cilindro, aí o Hawaii vira sua disneylândia.

Em Oahu e Mauí os mergulhos costumam variar com a época do ano, muito por conta da maré. Em Big Island todo dia é dia.

Tubarões, golfinhos, tartarugas e arraias fazem parte do vasto cardápio de animais que habitam naquelas águas, sem contar as centenas de espécies de peixes. Entre dezembro a março as baleias jubartes também dão o ar da graça, tornando ainda mais belo o espetáculo dentro da água.

Em Molokini (Mauí) há um paredão perfeito para snorkel. Se você for experiente, não deixe de mergulhar em Mauí no Carthaginian II, navio que serviu como um museu no porto de Lahaina e foi afundado para ser sistema de recife artificial. Em Oahu há mergulhos e mergulhos.... Se você é apaixonado por tubarões, o Kahuna Canyon tem dezenas deles. Basta escolher a operadora, separar seus equipamentos e apreciar o mergulho. Já na ilha de Molokai é onde estão os mergulhos mais selvagens. Ao todo são 40 pontos ideais para a prática. É escolher o melhor e descer!

E aí curtiu nossas dicas! Agora é hora de começar a planejar sua viagem. Perfeito para amigos, família e terceira idade, o Hawaii é um paraíso para quem não abre mão de estar em contato com a natureza e vivenciar lindas paisagens. Se você se enquadra neste perfil, você achou sua disneylândia!