Logo mais o Brasil enfrenta a Bélgica pelas quartas de final da Copa do Mundo. Rival somente dentro do campo, o pequenino país europeu é bem amistoso quando o assunto é turismo.  Com uma população com 10 milhões de habitantes e falando três línguas oficiais, a Bélgica sabe muito bem receber seus visitantes.

Terra do chocolate, da cerveja e dos castelos, a Bélgica encanta! E para ajudar a você a decidir seu próximo destino de férias, apresentamos alguns bons motivos que vão te levar ao país europeu!

Localização


Não basta estar na Europa. A Bélgica está muito bem localizada. Cercada pela França, Alemanha, Holanda e Luxemburgo, é fácil se locomover pelo país. Tanto de trem, quanto de avião ou mesmo transporte rodoviário, deslocar-se pela (e para) Bélgica é muito fácil. Cruzar o país então nem se fala… Pouco maior do que Alagoas, é possível cruzar a Bélgica em pouquíssimo tempo - mas não cometa esse deslize e viaje parando nas principais cidades!

Bruxelas, a capital da União Europeia


Bruxelas não é só a maior cidade da Bélgica. Capital do país, Bruxelas também ostenta o título de capital da União Europeia, bloco que reúne 28 países do Velho Continente. A veia política da cidade aflorou após a Segunda Guerra Mundial, quando a cidade se tornou sede da OTAN - Organização do Tratada do Atlântico Norte. Bruxelas está bem no centro da Bélgica e é rodeada por muitas cidades próximas, o que a faz ser o centro da economia belga. Essa região é conhecida por Bruxelas-Capital que, além de Bruxelas, inclui outros 18 municípios.

E por conta de todas as características acima, Bruxelas se tornou uma cidade cosmopolita, poliglota  e viva. O gosto pela cerveja faz com que os bares estejam sempre lotados, mas a efervescência acontece em outras áreas, como a cultural. Três dias são essenciais para explorar a cidade, mas ainda assim não serão suficientes para conhecer toda a beleza desta pequena e imponente capital.

Cerveja


Nenhum país no mundo combina mais com cerveja do que a Bélgica. E talvez ninguém beba mais do que os belgas. Uma pessoa bebe, em média, na Bélgica, 100 litros de cerveja ao ano. Agora nos diga: eles sabem o não sabem viver?

E o que não faltam são marcas. São mais de 1.100 tipos de cerveja produzidas no país. E algumas são mundialmente famosas (e premiadas) como a Delirium, que já foi eleita a melhor cerveja do mundo.

Bebe-se muito em qualquer cidade da Bélgica. De Bruxelas à Antuérpia, passando por Bruges. E o que não faltam são roteiros cervejeiros por lá. Alguns são, inclusive, vendidos por operadoras de viagens

Arquitetura


Este assunto é um capítulo à parte, já que a arquitetura belga é conhecida mundialmente. E um roteiro pelo país da cerveja e do chocolate precisa passar por Bruxelas e Bruges, as duas mais importantes cidades e também as mais visitadas. Mas se você tiver um pouco mais de tempo, não deixe de visitar Ghent, Dinant, Leuven, Durbuy e os Castelos de Namur, todas as cidades com detalhes e arquitetura que nos lembram os filmes e séries medievais. Passear à noite nesses destinos é uma volta ao tempo, com uma atmosfera super romântica.

Simpatia


Você já deve ter escutado que o brasileiro é um povo simpático e hospitaleiro, certo? O belga é a versão europeia de nós, brasileiros. Fluente em três línguas (neerlandês ou holandês, alemão e francês) e com inglês sendo a segundo língua de quase todos os habitantes, a comunicação não deve ser problema. E diferente da fama dos franceses, os belgas são alegres e sorridentes. E claro, prestativo. Pergunte a um belga sobre onde fica uma atração ou um restaurante e é capaz dele ir com você até lá!

Capital mundial dos castelos


Geralmente para nós, brasileiros, castelos na Europa estão ligados ao Vale do Luar, na França. Sim, eles estão lá e são lindos. Mas você sabia que a Bélgica é o país com maior concentração de castelos no mundo? E eles são tão (ou mais) bonitos que aqueles do Vale do Luar.

Entre os dezenas de castelos um dos mais imponentes é o Beloeil Castle, uma espécie de Palácio de Versalhes belga. Em meio a um jardim barroco enorme de 1664, hoje o grande castelo pertence à tradicional família Ligne, mas está aberta a visitação - e vale muito a pena!

Os principais castelos estão nas menores cidades, mas isso não quer dizer que nas grandes você não encontrará palácios e castelos. A Bélgica inteira está repleta de construções imponentes e históricas, portanto prepare-se para ver belos cenários!

Chocolate


Bélgica e dieta não combinam. Terra da cerveja, foi lá que “inventaram” a batata frita e é também a capital mundial do chocolate. Está para nascer um lugar com tantos chocolates deliciosos quanto a Bélgica.

E o assunto é tão sério que composição do chocolate belga é regulada por lei. Ou seja, sem chance de adulteração! O chocolate belga é puro – assim como a cerveja produzida no país, apenas ingredientes originais e de primeira linha fazem parte da produção.

E onde comer? Bom, em qualquer cidade vai ter uma fábrica de chocolate. E com a qualidade belga... Portanto, escolher uma fica até difícil. Porém se ainda assim você quiser um ponto de partida, não deixe de experimentar os chocolates Neuhaus, uma das mais renomadas chocolaterias do país. Fundada em 1857 em Bruxelas, a fábrica ainda resiste ao tempo e , tal qual vinho, melhora a cada ano.