Napa Valley: um roteiro de enoturismo e gastronomia pela Califórnia

Há 28 dias

A Califórnia inspira um roteiro sob rodas, seja ele feito de carro, moto ou motorhome. Viajar pelas paisagens cinematográficas da mítica Route 1 (que liga Los Angeles a San Francisco); se perder nas sequóias gigantes em Yosemite ou explorar a beleza de Lake Tahoe fazem parte do roteiro do viajante que já não quer mais só ficar em Los Angeles. E na busca por mais um destino incrível na Califórnia, encontramos Napa Valley.

Localizada há pouco mais de 1h de carro de San Francisco, Napa Valley é a principal região norte-americana produtora de vinho. Acha que acabou? Seus restaurantes são altamente estrelados - ao todo são 23 que têm algum tipo de condecoração no seleto Guia Michellin, incluindo um restaurante 3 Estrelas (o maior reconhecimento). E no roteiro de surpresas ainda tem visita às vinícolas que são, por si só, um baita passeio. Tudo isso tendo como cenário duas cidades bem pequenas e charmosas que fazem você querer largar tudo e viver naquele paraíso.

ENTENDENDO A REGIÃO

A Região de Napa Valley contempla dois condados: Napa Valley e Sonoma. E apesar de estarem lado a lado, são bem distintas: Napa é mais sofisticada, mais cara, romântica; Sonoma tem os melhores vinhos e um clima mais rústico, bucólico. Tanto faz qual escolher porque as duas cidades estão muito próximas uma da outra e você vai, inevitavelmente, acabar conhecendo as duas. E, como eu, se apaixonando por elas.

E embora sejam dois condados, quando o assunto é vinho a região se divide em cinco: American Canyon, Calistoga, Santa Helena, City of Napa e Yountville. No Brasil os vinhos mais comuns são os de Santa Helena, embora você consiga beber rótulos de todas as regiões.

Aliás, se você é um apaixonado por vinho, estiver interessado em acompanhar a colheita das uvas, o melhor período para viajar é entre final de agosto a final de setembro. Já se você vai com objetivo de se empanturrar de comida, qualquer época do ano é indicada. No verão e feriados norte-americanos a região fica lotada de visitantes.

VINHOS E MAIS VINHOS

Para aqueles que estão vindo de San Francisco, a primeira cidade da região é Napa. Como já dissemos, ela nomeia toda esta grande área, mas não se limite a ficar por aqui. Explorar o máximo possível é a regra nessa viagem, incluindo aí diversas paradas em vinícolas, é claro! E antes que você continue a ler esse texto, aqui vai uma dica: a grande maioria das vinícolas só aceitam visitantes sob reserva, portanto programe-se!

De Napa, a primeira cidade, até Calistoga, a última, são pouco mais de 40 km de estrada. E no caminho há dezenas de vinícolas onde você pode conhecer e degustar vinhos e espumantes maravilhosos. Para que não haja erro, sugerimos parar no Centro de Informações Turísticas, localizado na praça Central de Napa - não se preocupem em pôr no GPS porque você terá que passar por ela, e pegar todas as informações e mapas da região.

Fizemos isso e seguimos viagem. Como não havíamos marcado, escolhemos as vinícolas que gostaríamos de visitar com base nos vinhos que havíamos experimentado na viagem. Depois de uma tentativa negada por não termos horário marcado, conseguimos fazer uma degustação na Signorello. A propriedade produz diversos rótulos entre vinhos tinto e branco. Experimentamos os dois e gostamos mais do Chardonnay branco, safra 2012. Gostamos tanto que trouxemos pro Brasil junto com um conjunto de taças da própria vinícola. Por não termos marcado horário, ficamos apenas na degustação e não pudemos conhecer a cave, onde os vinhos são produzidos e ficam armazenados.

Para não cometermos o mesmo erro, tratamos de marcar na mesma tarde uma visita à Mondavi, a principal e mais famosa vinícola da região - seu fundador, o empresário Robert Mondavi, foi responsável por tornar o vinho californiano um dos mais famosos do mundo. Para quem não entende nada de vinhos, essa visita é muito interessante porque é bem explicativa e você pode conhecer todo o processo, desde a colheita da uva até seu engarrafamento. O tour dura em média 1h30 entre visitas, explicações e degustações - que são acompanhadas sempre de queijos e torradas.

Já para aqueles que gostam de harmonizar comida e bebida, a Mondavi também tem um programa dedicado à esse gosto. Aliás, o que não faltam são opções na Mondavi e no site deles é possível conhecer bem mais sobre as experiências que eles oferecem.

DA HORTA PARA MESA

Não é de hoje que a Califórnia defende algumas bandeiras, entre elas a do meio ambiente. E isso é levado muito a sério por lá, por todos, inclusive quando o assunto é gastronomia. Mercados orgânicos são cada vez mais comum no estado e o conceito “da horta para a mesa” é uma realidade em Napa Valley. Alguns dos melhores restaurantes têm sua própria horta e as verduras e legumes são colhidos na hora, como no multi estrelado The French Laundry, único 3 Estrelas Michellin da região! Conseguir uma mesa e poder experimentar as maravilhas preparadas pelo chef Thomas Keller já vale a viagem para a Califórnia, mas prepare-se para gastar (ou seria investir?) uns bons dólares - os pratos variam de US$ 70 a US$ 150, sem contar os vinhos - californianos, por favor!

ONDE FICAR

Cometemos o “erro” de fazermos bate e volta. Já tínhamos reserva em San Francisco e no dia seguinte teríamos um voo para Las Vegas Por isso optamos por ir e voltar, mas não é o ideal. Gostaríamos de ter ficado e por isso aconselhamos muito: durma ao menos uma noite.

Entre as cinco regiões, sem dúvida a melhor para se pernoitar é em Yountville, onde estão os melhores restaurantes e alguns dos hotéis mais charmosos. Yountville é um vilarejo de uma rua apenas, toda colorida e florida, com alguns hotéis muito charmosos e sofisticados - o que ajuda a deixar sua viagem etílica ainda mais romântica! O Bardessono é um dos melhores de toda região e vale muito a pena ficar uma noite lá. Mas há muitos outros, alguns inclusive dentro de vinícolas.


Esta oferta/dica foi escrita por Diego Verticchio

Jornalista, carioca (de Niterói) e flamenguista. De todas as paixões, a maior é ser pai do Pedro. E a segunda é viajar. De preferência com a família. E quando viaja, qualquer lugar vale, mas tem uma queda maior por destinos de praia!

Viaje mais pelo Brasil e pelo mundo

Encontre as passagens mais baratas com o Voopter

Buscador

Compare as tarifas de companhias aéreas, de agências e sites de milhas

Buscar Passagens

Quando viajar?

Quando viajar pagando barato partindo do Rio de Janeiro?

Planejar viagem

Alertas

Não achou o preço da passagem que você queria? Crie um alerta!

Criar um alerta

Promoções e Dicas

Seja o primeiro a receber promoções e dicas de viagem.

Cadastre-se

Voopter Mobile

Baixe o nosso app, encontre passagens baratas e seja notificado com as melhores promoções