Nobres (MT): mais do que “Bonito”, é lindo

Há 9 dias

Rios cristalinos repletos de peixes, cachoeiras de tirar o fôlego, cavernas surpreendente e uma lagoa azul incrível! As características são parecidas com Bonito, no Mato Grosso do Sul, mas estamos falando de Nobres, na vizinha Mato Grosso, e que começa a ganhar destaque como novo destino de ecoturismo do Brasil. A rivalidade com Bonito, aliás, está apenas no slogan turístico de Nobre, que brinca com o nome da cidade pantaneira para se promover: “Nobres: aqui é mais que Bonito, é lindo!”.

Créditos: Rafaella Zanol Gcom

Localizada a 124 KM da capital Cuiabá e 360 km de Sinop, Nobres guarda características similares à Bonito, mas carece da mesma infraestrutura - algo que deve mudar nos próximos anos já que a cidade desponta como a principal atração turística do estado, superando a Chapada dos Guimarães. E embora Nobres ganhe a fama, é na pacata Vila de Bom Jardim que estão as principais atrações desta região.

QUANDO IR

As estações no Centro-Oeste brasileiro são bem definidas - ou faz sol ou chove, o calor é o ano todo. E para Nobres essa regra é bem clara. O período da chuva vai de dezembro a março. Se o mal tempo pode atrapalhar, por outro lado é certeza de ver uma vegetação mais verde, cachoeiras com volume de água mais acentuado e uma vida animal mais abundante.

Créditos: Rafaella Zanol Gcom


Nos outros meses o tempo é seco, ótimo para se deslocar pelas estradas de terra e para se refrescar nas inúmeras cachoeiras. E vale lembrar que essa estação é mais indicada para fazer as flutuações nos rios.

ONDE FICAR

Tal qual as estações que se dividem em duas - chuvosa e seca, a resposta para onde ficar se resume também há duas opções: Nobres ou Vila de Bom Jardim. Nobre tem mais opção de hospedagem e de restaurantes, enquanto que a vizinha Bom Jardim guarda apenas 10 pousadas, a grande maioria bem simples. 

Ficar em Nobres seria mais aconselhável se ela não estivesse 65 km de distância de Bom Jardim e um deslocamento à noite, pós jantar e cansado do dia intenso de passeio, por uma estrada que não é muito bem sinalizada, não é tão recomendável assim. 

O QUE FAZER (senta que lá vem opção…)

Assim como em Bonito, Nobres tem um vasto cardápio de opções ligadas ao ecoturismo. Mas por serem centralizadas e próximas uma das outra, três a quatro dias (olha o feriadão de novembro chegando aí) são suficientes para fazer um roteiro bem completo por lá.

Aliás, já que falamos de Bonito por aqui algumas vezes vale a pena lembrar de mais uma similaridade entre as cidades. Todos os passeios precisam ser feitos e agendados com alguma operadora local.

A Cachoeira da Serra Azul é a principal queda d´água da região. E se você vai com muita expectativa, ela costuma surpreender. A cachoeira fica numa propriedade do Sesc e conta com boa infraestrutura. Mas é preciso disposição para subir os 400 degraus e poder admirá-la de cima. E como pra descer todo santo ajuda, desça os degraus e se prepare para o banho de rio. Na época da seca é possível nadar embaixo da queda d’água. O poço é repleto de piraputangas que parecem não se importar com a presença das pessoas.

As flutuações acontecem no Rio Salobra, que apesar do nome tem água transparente. E para que ela siga dessa forma, não é permitido passar qualquer protetor ou loção. Para nadar pelo rio o que não faltam são opções: Aquário Encantado, Refúgio Azul, Reino Encantado e Rio Triste, no município vizinho Rosário Oeste. Em todos esses rios você flutua com coletes salva vidas e consegue ver milhares de peixes ao longo do percurso. No Rio Triste você ainda tem chances de ver arraias de água doce.

Nobres também respira aventura. Você pode fazer boia-cross no Rio Quebó. A descida passa por dentro de uma gruta. Ou se aventurar pelas cavernas. São inúmeras, mas a principal está fechada e em vias de abrir para os visitantes. A Gruta do Lago Azul aguarda algumas questões burocráticas para estar apta e certificada a receber turistas. Quando isso acontecer será mais um reforço de peso nessa seleção de passeios incríveis em Nobres. 


Esta oferta/dica foi escrita por Diego Verticchio

Jornalista, carioca (de Niterói) e flamenguista. De todas as paixões, a maior é ser pai do Pedro. E a segunda é viajar. De preferência com a família. E quando viaja, qualquer lugar vale, mas tem uma queda maior por destinos de praia!

Viaje mais pelo Brasil e pelo mundo

Encontre as passagens mais baratas com o Voopter

Buscador

Compare as tarifas de companhias aéreas, de agências e sites de milhas

Buscar Passagens

Quando viajar?

Quando viajar pagando barato partindo do Rio de Janeiro?

Planejar viagem

Alertas

Não achou o preço da passagem que você queria? Crie um alerta!

Criar um alerta

Promoções e Dicas

Seja o primeiro a receber promoções e dicas de viagem.

Cadastre-se

Voopter Mobile

Baixe o nosso app, encontre passagens baratas e seja notificado com as melhores promoções