Dias, semanas e até meses de planejamento até aquele momento em que você respira e aperta o botão ‘confirmar: pronto, você acaba de comprar a passagem! Dá aquele frio na barriga em um misto de euforia e ansiedade. Para te ajudar a mergulhar (ainda mais) nessa expectativa da contagem regressiva,  5 livros para entrar no clima Itália antes mesmo de pisar no avião.

Bella Toscana: a doce vida na Itália (Frances Mayes, 2010, Ed. Rocco)
Da mesma autora do icônico “Sob o sol da Toscana’, é um delicioso relato sobre o cotidiano da escritora americana que decidiu viver no pequena Cortona, na Úmbria. Ela narra, com riqueza de detalhes, o perfume das ervas frescas da horta, a mudança de estações e os novos sabores de cada um, as peripécias da reforma da casa. É uma explosão de sensações, aromas, cores e sabores.   

Itália para comer e beber bem (Gerardo Landulfo e Juscelino Pereira, Ed. Payá, 2018)
O título já é autoexplicativo! Essa é uma obra para devorar em casa e levar a tiracolo para garantir bons momentos ao redor da mesa. Feito nos moldes de um guia, por dois especialistas no país, aborda todas as regiões do País da Bota, aconselhando bares e restaurantes, além de esmiuçar as especialidades de cada uma delas - pratos típicos e vinhos.

A Itália de Jamie (Jamie Oliver, Ed. Globo, 2017)
Esse é para ir se deliciando e botando a mão na massa: receitas e relatos que são fruto da imersão do famoso chef britânico em terras italianas. Ensina, de maneira bem fácil e prática, a fazer clássicos como bruschetta, risoto e até sorvete.

Comer, Rezar e Amar (Liz Gilbert, Ed. Objetiva, 2006)
Os prazeres e os dilemas de quem larga a estável vida nos Estados Unidos e aventura-se por Itália, Índia e Indonésia para desfrutar o melhor da vida em cada uma dessas paragens: no País da Bota, claro, o propósito era fartar-se no capítulo ‘comida’! O best-seller, em 2010, ganhou as telonas tendo como protagonista Julia Roberts.

Europa de Cinema - Roteiros de dicas de viagem inspirados em em grandes filmes (Vicente Frare, Ed. Pulp, 2011)
Mais uma obra que o nome já adianta bem sobre o conteúdo: traz bem ‘mastigadinho’ locais que foram cenário de célebres obras da Sétima Arte. O autor, cinéfilo de carteirinha, aborda as principais capitais europeias, tais como Paris, Londres, Roma. Da capital italiana, por exemplo, há dicas de passagens de “Anjos e Demônios”, “A Doce Vida” e “A Princesa e o Plebeu”.