Deserto do Atacama: quando ir, o que fazer e mais dicas para a sua viagem

Há 160 dias

Por que visitar o deserto mais árido do planeta? Simplesmente porque, sem dúvidas, o Deserto do Atacama é um dos lugares mais fascinantes do mundo! Seus cenários vão muito além de um imenso mar de areia e dunas. Gêiseres, salares, cânions, incontáveis vulcões (centenas ainda ativos), lagoas de cores impressionantes, sítios arqueológicos, formações rochosas que são verdadeiros espetáculos da natureza e muito mais!

Quer viajar para o Deserto do Atacama? Descubra a melhor época para embarcar, como chegar, o que fazer e muito mais!



Melhor época para visitar o Atacama


O destino pode ser visitado o ano inteiro, mas os períodos de temperaturas mais amenas (quando a amplitude térmica é menor) são o outono (março a maio) e a primavera (setembro a novembro). No inverno, a neve pode acabar inviabilizando alguns passeios. Já durante o verão, o calor pode ser bem intenso e há a possibilidade de chuvas, ainda que rápidas.

Como chegar?


O Deserto do Atacama fica no extremo norte do Chile, a cerca de 1.600 km de Santiago. O aeroporto mais próximo do destino é o de Calama. Mas como não há voos diretos até lá, é preciso fazer conexão na capital. De Santiago até Calama são cerca de 2h de voo, e depois é possível seguir de transfer (1h30 de viagem) até o povoado de San Pedro do Atacama, principal base para aproveitar a região.  

Se quiser, você pode alongar sua escala para curtir uns dias Santiago do Chile. Se fizer isso, aproveite para trocar seu dinheiro na capital, onde é possível garantir um melhor câmbio.  

Onde ficar: vila de São Pedro do Atacama


O vilarejo de São Pedro do Atacama é o melhor lugar para usar de base para explorar os atrativos da região. Lá você encontra diversas agências de turismo para agendar seus passeios; e também diversas opções de hospedagem, para diversos orçamentos e estilos - desde hotéis com mais luxo e conforto a hostels para quem viaje no clima mais mochileiro. Há algumas atrações para conhecer na própria vila e arredores, como a Igreja de San Pedro, o Museu Arqueológico Gustavo Le Paige e o sítio arqueológico de Pukará de Quitor. 

Quanto tempo ficar?


O Deserto do Atacama tem uma área enorme e uma infinidade de atrações incríveis para conferir. Para curtir o destino com tranquilidade, o ideal é reservar uma semana de viagem. Pense que o primeiro dia de chegada é para resolver algumas questões práticas, como visitar as agências e negociar os passeios, além de deixar o corpo de aclimatar com a altitude. E tem ainda o último dia de volta. No fim das contas, você fica com 5 dias inteiros para aproveitar os tours pelo deserto.

O que fazer no Deserto do Atacama: veja as principais atrações para o seu roteiro!


Vale da Lua e Vale da Morte




O passeio ao Valle de La Luna e ao Valle de La Muerte é um dos mais clássicos pelo Deserto do Atacama. O tour é repleto de paisagens desérticas incríveis e termina no pôr-do-sol. A excursão é ideal para os primeiros dias de viagem, por conta da altitude mais baixa em comparação com outros passeios.

Ambos os Vales estão localizados na Cordilheira do Sol, a cerca de 15 minutos de carro do centro de São Pedro do Atacama. O mais comum é fazer a expedição em um trekking, de nível fácil. Mas se quiser uma experiência mais diferente, saiba que também é possível explorar o local de bicicleta, ou mesmo cavalo!

Lagunas Altiplânicas


Foto: Catalina Meléndez

Tuyajto, Miscanti, Miñiques e Águas Calientes são as lagunas mais visitadas da região. Mas o grande destaque desse passeio é mesmo a última lagoa, onde se faz a parada das Piedras Rojas (pedras vermelhas, em português), conhecidas pela coloração incomum das rochas. Pela altitude - as lagunas estão a mais de 4000 metros -, esse é um dos passeios mais cansativos do Atacama. Mas, sem dúvidas, todo o percurso é recompensador!


Geisers El Tatio



Trata-se de um dos maiores campos geotérmicos do mundo, onde os gêiseres jorram vapor d’água devido ao encontro das águas subterrâneas com o magma dos vulcões. A erupção acontece até pouco depois do nascer do sol. Por isso, para conferir o fenômeno é preciso sair super cedo (antes das 5h) de São Pedro do Atacama. Vá BEM agasalhado! O local fica a 4.300 metros de altitude, são cerca de 2 horas de carro até lá, e as temperaturas podem ser MUITO baixas (chegando a cerca de -10 graus). No local, encontra-se ainda uma piscina termal, ou seja, leve sua roupa de banho caso queira mergulhar. Mas lembre-se que é preciso coragem pelo frio que faz fora da água!

Salar de Atacama


Foto: Francesco Mocellin

O Salar de Atacama é uma das maiores salinas do mundo e faz parte da Reserva Nacional Los Flamencos, o que significa que esse é um dos lugares para ver flamingos de pertinho. No fim do passeio, a Laguna Chaxa é a parada para curtir o pôr do sol. Como o tour não é tão longo, você pode combiná-lo com outras atrações pela manhã, como a Laguna Cejar ou as Lagunas Altiplânicas. Outra alternativa é visitar uma vinícola local e curtir uma degustação de vinho.

Termas Puritama


Conhecer o Deserto do Atacama é uma experiência incrível. Mas pode também ser bem cansativo, por conta da intensa programação de passeios que costumam ocupar boa parte do dia. Por isso, a excursão até as Termas Puritama são uma ótima pedida para um dia de descanso. São oito poços de águas termais para relaxar. Simplesmente maravilhoso!

Laguna Cejar




É a lagoa mais salgada do mundo. Ela desperta a curiosidade dos turistas pelo fenômeno de fazer o corpo flutuar - mais que no Mar Morto! Lá você encontra vestiário e banheiro com chuveiro de água doce para limpar o sal que fica no corpo. A excursão também inclui uma parada nas lagoas artificiais de água doce Ojos de Salar e termina na Laguna Tebinquinche para o pôr-do-sol. Não se esqueça da roupa de banho!

Lagunas escondidas




As Lagunas Escondidas são compostas por sete lagoas de variados tons. Em duas delas é possível ter a experiência de flutuar, assim como na Laguna Cejar, por conta do alto grau de salinidade na água. Há também estrutura para tomar banho e tirar o sal do corpo. Essa é uma boa alternativa se você não quiser/puder conhecer a Laguna Cejar, cujo passeio é mais famoso e caro.

Salar de Tara




É um passeio de dia inteiro, e que deve ser feito depois que já estiver aclimatado na região, por conta dos 4.700 metros de altitude. No caminho até o Salar, diversas outras paisagens impressionantes te esperam. Prepare-se para encontrar vulcões, lagos e falésias de tirar o fôlego!

Tour Astronômico 


O céu estrelado do Deserto do Atacama é incrivelmente lindo! A grande altitude é um dos fatores que torna o destino um ótimo lugar para a observação de estrelas. Os tours astronômicos oferecidos pelas agências costumam incluir a observação a olho nu e com telescópios. Mas atenção: evite a Lua Cheia, que prejudica a visibilidade das estrelas.

Dicas práticas



  • Prepare sua mala com antecedência! Pela grande amplitude térmica do deserto, é importante ter roupas tanto para o calor intenso quanto para o inverno rigoroso. Um casaco corta vento, luvas, gorros e roupa térmica são essenciais! Roupa de banho e toalha também será úteis em alguns passeios.  

  • O clima é também MUITO seco. Não se esqueça do colírio, do protetor labial e do sorine.

  • Protetor solar e óculos escuros também são indispensáveis!

  • Faça uma aclimatação para se acostumar com a altitude. O ideal é que os primeiros dias sejam reservados para os passeios mais baixos. Chá e bala de coca podem ajudar!

  • Hidrate-se!


E aí, vai visitar o Deserto do Atacama? Uma ótima vantagem burocrática é que não é preciso visto para viajar para o Chile! Os viajantes brasileiros podem embarcar somente com a sua identidade, em bom estado e com foto recente!


Veja também: 5 dicas para conhecer o Deserto do Atacama

Esta oferta/dica foi escrita por Julia Medina

Jornalista curiosa e apaixonada por conhecer novos lugares e planejar roteiros – para nem sempre segui-los. Espera ainda explorar muitos cantos do mundo e poder compartilhar suas dicas e experiências.

Viaje mais pelo Brasil e pelo mundo

Encontre as passagens mais baratas com o Voopter

Buscador

Compare as tarifas de companhias aéreas, de agências e sites de milhas

Buscar Passagens

Quando viajar?

Quando viajar pagando barato partindo do Rio de Janeiro?

Planejar viagem

Alertas

Não achou o preço da passagem que você queria? Crie um alerta!

Criar um alerta

Promoções e Dicas

Seja o primeiro a receber promoções e dicas de viagem.

Cadastre-se

Voopter Mobile

Baixe o nosso app, encontre passagens baratas e seja notificado com as melhores promoções