Conheça os atrativos de São Paulo pedalando

Há 17 dias

Sempre que pensamos em viajar para conhecer outros lugares já começamos a planejar o que visitar, quando ir e principalmente como ir! E em São Paulo isso não é diferente, os principais pontos turísticos de SP ficam em lugares de grande movimentação e de um acesso não tão simples.

Algumas pessoas optam por fechar pacotes com empresas para não ter que se preocupar com esse detalhe, outros preferem montar seu próprio roteiro para ter uma maior liberdade e utilizam dos serviços de transporte para chegar até os lugares. E ainda tem aquelas pessoas que alugam um carro e saem desbravando a cidade!

Mas você aí já pensou em explorar SP de uma forma diferente? Mais fácil, econômica e sem ter se preocupar com aluguel de carro e estacionamentos? Então que tal usar as bikes? Com as ciclovias e ciclofaixas espalhadas pela ruas e principais avenidas da capital ficou muito mais fácil e viável usar esse meio para conhecer São Paulo.

Fizemos umas opções de roteiros para conhecer pedalando:

Parque do Ibirapuera

O melhor lugar para usar e abusar das bikes é o Parque Ibirapuera! O parque possui ciclovias em quase todo seu espaço e muitas atrações para os turistas, que vão desde atividades esportivas até passeios culturais, como museus.

E nada melhor do que pegar uma tarde de sol para sair pedalando. Se você pretende fazer esse roteiro a dica é fazer uma parada para conhecer o MAM, a Bienal, Museu Afro Brasil, Pavilhão Japonês, Oca e o Auditório.

Não deixe de conferir a programação desses lugares antes de visitar. O Auditório às vezes recebe shows gratuitos na parte externa aos finais de semana e o MAM possui a entrada gratuita aos sábados.

Centro Novo

O centro novo é a área que abriga importantes construções e pontos turísticos de SP. O lugar é um reflexo de uma época de ascensão da sociedade paulista devido o ciclo do café.

A praça da República é um bom ponto de partida desse roteiro. Saindo dali você já dá de cara com o famoso Edifício Itália que possui um excelente restaurante e uma vista panorâmica incrível da cidade!

Reprodução: Terraço Itália

Dica amiga: muitas pessoas, turistas e até mesmo paulistas não conhecem o local por causa da fama de ser um lugar com preços altos. Mas é possível visitar o terraço gastando apenas R$30,00, dentro do valor ainda está incluso um drink!  Porém ele só funciona nesses preços no período das 15h às 19h.

Saindo de lá vale a pena visitar a Pinacoteca do Estado, o local é o museu mais antigo de São Paulo. Ele possui um acervo fixo, mas também tem uma área destinada para exposições temporárias, portanto sempre tem novidade!

Dica amiga: Aos sábados a entrada é gratuita.  

Atrás da Pinacoteca  fica o Parque da Luz, o lugar foi projetado para ser um jardim botânico, por isso é repleto de árvores frutíferas e muitas flores. O parque também é integrado com o museu e abriga diversas esculturas.

Atravessando a rua fica a Estação da Luz que chama atenção das pessoas principalmente pela sua arquitetura, ela foi construída em 1867 e toda sua estrutura foi trazida da Inglaterra! Ao lado dela fica o Museu da Língua Portuguesa que está em processo de reconstrução por conta de um incêndio que atingiu o local em 2015. Mas a previsão é que em dezembro desse ano, ele seja reinaugurado.

Reprodução Facebook

Caminhando um pouco mais fica a Estação Júlio Prestes que abriga a Sala São Paulo e a sede da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo. É uma das construções mais bonitas do centro da cidade e é uma experiência muito agradável. Sempre tem apresentações matinais gratuitas por lá, mas é necessário pegar o ticket com antecedência pela internet ou pessoalmente.

Para finalizar o roteiro por essa região não pode ficar de fora o Teatro Municipal, um ícone cultural da cidade. O local foi criado para atender os desejos da alta sociedade de ter uma casa de espetáculos à altura das suas posses, teve grandes influências européias na sua construção, se inspirando na Ópera de Paris. No subsolo do Teatro fica uma nova atração o Bar do Arcos. O local fica aberto das 19h30 às 2h30 das terças aos sábados.

Nesse roteiro é recomendado ir sempre acompanhando ou em grupo.

3. Avenida Paulista 

Outro roteiro bacana para fazer de bike é a região da Paulista. A paulista é um das paradas obrigatórias para quem vem para SP, por lá os turistas encontram uma variedade de atrações, gastronômicas, culturais, entre outras.


Alguns pontos que não podem faltar por esse roteiro é visitar o MASP, passear pela casa das rosas, ir até o mirante do Sesc, conhecer o Japan House ou ver uma peça no Fiesp. Tanto o Sesc quanto o Fiesp oferece ao público uma programação variada com exposições, peças e shows, a maioria com preços bem acessíveis e alguns até gratuitos.

Dica extra

Se você é daqueles que gosta de ter alguém guiando, contando as histórias e curiosidades do lugar uma dica é fazer o passeio com a Bike Tour SP. Eles oferecem passeio gratuitos em grupos de até 15 pessoas que são acompanhados por dois monitores que contam todos os detalhes dos principais pontos turísticos.

E o mais legal é que qualquer pessoa pode fazer esse passeio pois eles possuem opções para gringos (com explicações em inglês), surdos, pessoas com mobilidade reduzida e até mesmo crianças. Em troca do passeio eles só pedem a doação de 2kgs de alimento não perecível !

Para participar basta se inscrever na rota que mais te agrada por meio do site deles e escolher a data e horário para ir. Demais né?


Esta oferta/dica foi escrita por Marianne Donner

Viaje mais pelo Brasil e pelo mundo

Encontre as passagens mais baratas com o Voopter

Buscador

Compare as tarifas de companhias aéreas, de agências e sites de milhas

Buscar Passagens

Quando viajar?

Quando viajar pagando barato partindo do Rio de Janeiro?

Planejar viagem

Alertas

Não achou o preço da passagem que você queria? Crie um alerta!

Criar um alerta

Promoções e Dicas

Seja o primeiro a receber promoções e dicas de viagem.

Cadastre-se

Voopter Mobile

Baixe o nosso app, encontre passagens baratas e seja notificado com as melhores promoções