Confira as 10 melhores cidades para viajar em 2020

Há 12 dias

O ano de 2019 já está chegando ao fim e eu já estou ansiosa pensando no meu destino de férias de 2020. Isso mesmo! Acredite, se programar com antecedência é muito importante para garantir bons preços nas passagens aéreas e nos demais serviços que envolvem uma viagem. Contudo, antes de mais nada, é preciso definir um destino ou vários! Você já sabe para onde vai no próximo ano? Se sua reposta é não, então essa listinha a seguir pode te ajudar.

Um estudo realizado pela maior editora de guias de viagens do mundo, a Lonely Planet, intitulado de “O Melhor Para 2020”, revela as cidades que estão em alta e podem resultar em férias inesquecíveis no próximo ano.

Salzburg (Áustria)
Você certamente já ouviu falar sobre Viena, mas garanto que a Áustria tem muitas outras preciosidades para mostrar ao mundo. A pequena cidade austríaca de Salzburg é capaz de encantar turistas de todo o mundo. Conhecida por ser a cidade natal do compositor Mozart, o destino respira música. Por lá acontece anualmente o famoso Festival de Salzburgo, evento que conta com grandes nomes da música mundial, atraindo visitantes de várias origens entre os meses de julho e agosto. No centro histórico vale conhecer a fortaleza de Festung Hohensalzburg, localizado no topo do Festungsberg, sendo um dos maiores castelos medievais na Europa (250 metros de comprimento e 150 de largura) e também um dos principais cartões-postais da cidade. Os lindos jardins do Palácio Mirabell são outra parada imperdível e você pode fechar seu roteiro com um passeio de carruagem!

Washington DC (EUA)
A capital norte-americana tem atividades divertidas e atrações para todo tipo de visitantes. Quem vai ao destino pela primeira vez deve conhecer os monumentos e memoriais mundialmente famosos. A maioria dessas atrações está no National Mall, que se estende desde o Capitólio até o Lincoln Memorial, com muitos deles localizados na Constitution Avenue. Alguns monumentos e memoriais estão abertos 24 horas por dia, 365 dias por ano e você não precisa fazer reservas antecipadas. O que vale para o Memorial Lincoln, o Memorial Jefferson, o Memorial da Segunda Guerra Mundial, o Memorial Martin Luther King Jr., o Memorial FDR e o Memorial dos Veteranos do Vietnã. Ah, e claro, a Casa Branca é uma parada quase que obrigatória. A visita às salas públicas da residência do presidente dos EUA é outra oportunidade única que só pode ser saboreada em DC. A experiência é gratuita, mas é preciso agendar sua visita com muita antecedência.

Cairo (Egito)
Suas pirâmides e monumentos milenares transformam o Cairo em um destino único quando falamos de turismo. A capital do Egito é também a maior cidade do continente africano e pode assustar principalmente pelo seu transito caótico (assim como acontece na Índia). Isso, no entanto, não tira o seu brilho. Os tours geralmente incluem a praça Tahrir, famosa por manifestações populares, e seguem de lá até o mais importante Museu Egípcio do mundo, o Museu do Cairo. O lugar impressiona com suas esculturas, sarcófagos e uma infinidade de objetos decorativos. Quem não dispensa comprinhas e sabe negociar, deve visitar o mercado Khan el Khalili. Suas ruelas contam com mais de mil lojas que vendem de tudo um pouco.

Galway (Irlanda)
Ares de interior e um clima jovem e alegre. Assim é Galway, localizada a 208 quilômetros a oeste de Dublin, às margens do Atlântico Norte. Com uma simpática população, a cidade é uma excelente opção na sua viagem pela Irlanda. Em julho, acontece o “The Galway Arts Festival”, que reúne peças de teatro, performances de artistas de circo e música de todos os estilos. Já ao longo de todo o ano os pubs concentram os jovens e são uma ótima pedida para quem busca se divertir. E, claro, vale reservar um dia e enfrentar os 75 quilômetros até os penhascos à beira-mar de Cliffs of Moher, a atração natural mais famosa da Irlanda.

Bonn (Alemanha)
Você sabia que Bonn já foi capital da Alemanha? Isso mesmo, o destino já carregou esse título no passado. Hoje a cidade é um dos mais importantes centros de arte na Alemanha, com dois dos mais conhecidos museus do país, o Museu de Arte (Kunstmuseum) de Bonn e o Salão de Arte e Exposições da República Federal da Alemanha, a Bundeskunsthalle. A “Cidade de Beethoven” também faz questão de homenagear seu cidadão mais famoso com a Beethovenfest, uma série de concertos que todos os anos, em setembro e outubro, transmitem o brilho música clássica.

La Paz (Bolívia)
Apesar de Laz Paz ser uma das cidades mais conhecidas da Bolívia, o local não é capital do país, como muitos pensam, ela é apenas a sede política. E é um ótimo ponto de partida para diversos passeios e uma excelente oportunidade para vivenciar mais de perto a cultura boliviana. Pelas ruas da cidade é comum encontrar muitas cholitas, mulheres vestidas com roupas típicas da Bolívia, vendendo artesanatos ou comidas. A maioria delas se concentram no Mercado de Las Brujas, o mais importante centro de consumo turístico de La Paz. Por La Paz as noites costumam ser animadas com muito reggaeton, cumbia e salsa.

Kochi (Índia)
Localizada no estado de Kerala, no Sudoeste da Índia, Kochi ganhou destaque nos últimos anos ao inaugurar o primeiro aeroporto movido a energia solar do mundo, empreendimento reconhecido inclusive pela ONU. Mais de 45 mil painéis são responsáveis por gerar energia e, em 25 anos, ele deixará de emitir 300 mil toneladas de carbono. Em 2020, a arte de rua aparece como um dos seus grandes destaques por conta da Bienal de Kochi-Muziris, que promete colocar a Índia em evidência no que se refere às artes contemporâneas. Para completar, uma população que encanta pelos sorrisos e recebe de forma amigável turistas de diferentes partes do globo.

Vancouver (Canadá)
Vancouver, no Canadá, é figurinha carimbada em rankings de “melhor cidade para se viver”. Banhada pelo mar do Pacífico e cercada de montanhas por todos os lados, tem uma geografia que se assemelha ao Rio de Janeiro ou à Cidade do Cabo, mas as belezas e particularidades vão além: Vancouver é uma cidade grande com ares de interior, tem ruas largas, é extremamente organizada e (falando de Canadá) um clima super gostoso - mesmo no inverno é raro as temperaturas estarem menos de 0º C. Vancouver é uma cidade plana e, como quase todas no Canadá, repleta de ciclovias. Alugar uma bike e explorar a cidade não é uma má ideia. Um passeio bem legal de fazer sobre duas rodas é explorar o Stanley Park, o maior parque urbano do país (maior inclusive que o Central Park de NY).

Dubai (Emirados Árabes)
Dubai não é a capital dos Emirados Árabes (e sim Abu Dhabi), mas é a cidade da região mais conhecida internacionalmente. O destino nunca para e, a cada ano, surgem novas atrações, todas gigantescas e a maioria com o título de “maior do mundo”. Por lá as coisas mudam rapidamente, alavancadas pela riqueza gerada pelo petróleo. Carros velozes, grifes de luxo e muito, muito ouro estão por toda parte! Em meio aos arranha céus é possível parar e observar o ir e vir das pessoas, e aí fica claro que a cidade recebe turistas do mundo todo. São mulheres de abaias (roupas típicas que cobrem todo o corpo), algumas com decotes, homens com trajes típicos, outros não. E a cidade que atrai pelo glamour e ostentação, ainda mantem tradições como as cinco orações diárias voltadas para Meca, como determina a religião mulçumana

Denver (EUA)
Denver combina o agito urbano, com a tradição do Velho Oeste e a paixão pela vida ao ar livre. O centro da cidade é próprio para passeios a pé e conta com restaurantes administrados pelos próprios chefs, choperias, esportes profissionais, lojas, atrações para toda a família, arte e cultura. Denver é também o principal destino para alguns dos melhores parques nacionais do Oeste dos EUA, como Mesa Verde, um dos quatro parques do tipo no Colorado; Yellowstone, no Wyoming; e Canyonlands, em Utah. E o melhor de tudo: você não precisa alugar um carro. Há uma linha de trem especial que liga o aeroporto internacional de Denver ao centro da cidade, onde há um excelente sistema de bicicletas compartilhadas.


Esta oferta/dica foi escrita por Natália Strucchi

Jornalista por formação, viajante por opção. E poder juntar as duas paixões numa profissão é a realização de um sonho. De Teresópolis (RJ) para mais de 20 países e centenas de cidades mundo a fora.... Toda essa andança me faz crer que viajar é muito bom, mas poder compartilhar toda esta experiência com outros viajantes é ainda muito melhor!

Viaje mais pelo Brasil e pelo mundo

Encontre as passagens mais baratas com o Voopter

Buscador

Compare as tarifas de companhias aéreas, de agências e sites de milhas

Buscar Passagens

Quando viajar?

Quando viajar pagando barato partindo do Rio de Janeiro?

Planejar viagem

Alertas

Não achou o preço da passagem que você queria? Crie um alerta!

Criar um alerta

Promoções e Dicas

Seja o primeiro a receber promoções e dicas de viagem.

Cadastre-se

Voopter Mobile

Baixe o nosso app, encontre passagens baratas e seja notificado com as melhores promoções