O que fazer em Roma em 48 horas

Há 1009 dias

Sabe aquele destino que você conhece pela primeira vez e tem a certeza que vai voltar, seja para morar, para estudar, para trabalhar, para casar (ué, juro que brotou essa ideia) ou simplesmente para vivenciar e apreciar de novo e de novo?

Então, Roma me causou esse efeito. A Itália, de uma forma geral, merece seus créditos pelo meu encantamento, mas a cidade, em especial, enfeitiçou-me.

Estive na capital italiana no início de dezembro (2016) e descobri que é impossível sentir Roma sem se entregar por inteiro. E com isso quero dizer dar o tempo necessário que cada atração precisa e não querer conhecer tudo com pressa e correria.

Para isso, é preciso priorizar alguns passeios, aproveitar as regiões que têm várias atrações próximas e evitar grandes deslocamentos.

Está viajando pela Europa e precisa de um roteiro de dois dias na cidade? Então veja o que fazer em Roma em 48 horas e boa viagem.

Que a sorte seja lançada!

Dia 1


Acorde bem cedo (cedo mesmo, tipo umas 6h) e comece o dia visitando a praça Campo de' Fiori, que fica no centro da cidade.

O lugar, que diga-se de passagem é simplesmente incrível, abriga todos os dias, exceto aos domingos, o maior mercado a céu aberto de Roma. Tem de tudo por lá, e é inclusive na feira que você vai tomar o seu café da manhã - regado a muitas frutinhas frescas e sucos deliciosos - e abastecer as energias para enfrentar o longo dia de imersão histórica. Atenção 1: nada de comprar mercadorias pesadas, pois você passará o dia praticamente todo andando e em pé.

Ao final do passeio pela praça - que não pode demorar mais que duas horas -, siga em direção ao Coliseu, ao Fórum Romano e ao Monte Palatino. Esse passeio, que inclui uma visita às três atrações e levará o final da manhã e praticamente a tarde toda, é uma imersão aos vários anos de história da cidade e é, simplesmente, indispensável.

Atenção 2: Não vale a pena viajar para Roma sem antes dar uma estudadinha ou relembradinha na história da cidade. Tudo por lá remete à história e ter esse conhecimento em mente vai te ajudar a entender a região - e senti-la - de uma maneira muito mais marcante e inesquecível.

Atenção 3: É ideal que você já tenha o ticket que dá direito às três atrações (Coliseu, Fórum e Monte) em mãos. Assim, você evita perder horas a fio na fila e otimiza bastante o tempo. Veja como comprar o seu bilhete com antecedência aqui.

coliseuuuu-blog

Entre uma atração e outra, aproveite para almoçar pela localidade. Boa pedida é o restaurante Hostaria al Gladiatore, que tem um ótimo custo-benefício. Super recomendo!

Depois de um dia exaustivo de muito conhecimento e imersão cultural, você só deve estar pensando em cama, certo? Pois bem! Vá até o hotel, descanse algumas horinhas (só algumas poucas, heim!) e se prepare para conhecer, à noite, o mais tradicional e mais boêmio bairro romano.

Abarrotado de bares, restaurantes e sempre muito frequentado à noitinha, o centrinho de Trastevere é o lugar onde você deve estar ao anoitecer.

Por lá, antes de parar para comer uma pasta ou uma pizza romana e beber um bom vinho em um dos milhares de estabelecimentos da região, permita-se percorrer as vielas, se perder, se achar e sentir a vida que o bairro imprime (detalhe para as roupas penduradas ao lado de fora das casas). Aproveite tanto o quanto puder, pois você não irá se arrepender.

Ah, não deixe também de dar uma conferidinha na Basílica di Santa Maria ou pelo menos registrar a fachada da igreja. Divirta-se!

Dia 2


Fontes, piazzas, Pantheon e Monumento Nacional a Vítor Emanuel II... Essa é sua programação para o segundo dia em Roma, que vai priorizar mais os passeios ao ar livre.

Comece a jornada na Piazza Venezia, que fica praticamente no coração da cidade. É nessa incrível e lindíssima praça - talvez a maior de Roma (não chequei no Google, mas confio na minha impressão de grandeza) - que o filme "Para Roma, com Amor", de Woody Allen, começa, e é lá também onde a tradicional árvore de Natal da cidade é inaugurada anualmente no início de dezembro. Relato: Eu estava em Roma exatamente no dia em que a árvore foi inaugurada em 2016. Era tanta gente na rua e tanta euforia que parecia até feriado nacional. Sensacional.

Aproveite que está na praça e faça uma visita ao Monumento Nacional a Vítor Emanuel II, que fica entre a piazza e o Monte Capitólio. Essa construção pomposa foi projetada por Giuseppe Sacconi em 1885 e é dedicada ao primeiro rei da Itália unificada. Não deixe de tirar fotos linda lá de cima e de pegar o elevador até o mirante, que descortina uma espetacular visão da cidade.

Depois, siga em direção à Via del Corso (que é pertinho) e caminhe até a sua próxima parada, o Pantheon. No templo de todos os deuses, é permitido perder um tempinho e admirar pausadamente e com atenção a construção, o chão incrivelmente belo e a espécie de ''olho'' superior por onde a luz entra no ambiente. Divino, literalmente!

Saindo do Pantheon, você estará na Piazza Rotonda. Há sempre umas barraquinhas que vendem comida na região. Aproveite para beliscar algo e saciar a fome que já deve estar começando a se manifestar. Mas aguente firme, pois você só irá almoçar de fato em seu próximo destino - a Piazza Navona, cuja forma se assemelha aos estádios da Roma Antiga.

di-trevi-blog

Depois de forrar o estômago em um dos vários restaurantes maravilhosos que existem na Navona, curtir um pouco a vida social na praça e ouvir algum artista de rua cantando ''Volare'' (Cantare oh, oh...), desloque-se até a vibrante Piazza di Spagna. É lá onde está a fonte da Barcaccia, de Bernini, e a emblemática escadaria de Espanha, que leva à igreja Trinità dei Monti,

Para fechar o dia daquele jeitinho especial, vá até um mercado, compre um bom vinho e siga para o monumento, para mim, mais incrível da cidade. Sim, a Fontana di Trevi merece ser admirada assim: aos goles e com entusiasmo.

Se não for chegado à bebida, super vale comprar um gelato também nas redondezas e saboreá-lo diante da construção. Depois de jogar a sua moedinha e jurar voltar à cidade, aproveite para jantar pelo local. Há várias opções de restaurantes, das mais caras até as que cabem no bolso. Aproveite.

E aí, deu vontade de embarcar o quanto antes para Roma? 

Então aproveite e confira, abaixo, as passagens aéreas para Roma, ida e volta, taxas não incluídas, encontradas nas últimas horas pelos usuários do Voopter:

[advanced_iframe securitykey="cd16ab14c6fccf40a0ad5795eabcb24469bc3f99"  src="http://voopter.com.br/ofertas-blog/para-roma/ROM"]

Esta oferta/dica foi escrita por Plantão Voopter

Viaje mais pelo Brasil e pelo mundo

Encontre as passagens mais baratas com o Voopter

Buscador

Compare as tarifas de companhias aéreas, de agências e sites de milhas

Buscar Passagens

Quando viajar?

Quando viajar pagando barato partindo do Rio de Janeiro?

Planejar viagem

Alertas

Não achou o preço da passagem que você queria? Crie um alerta!

Criar um alerta

Promoções e Dicas

Seja o primeiro a receber promoções e dicas de viagem.

Cadastre-se

Voopter Mobile

Baixe o nosso app, encontre passagens baratas e seja notificado com as melhores promoções