Bem-vindos a bordo: toda magia Disney em alto-mar

Há 249 dias

O Dia das Crianças já passou, é verdade, mas nem por isso temos que deixar de pensar em viagens com nossos filhos, não é mesmo? E quando a gente pensa em diversão para crianças, a primeira coisa que nos vem à mente chama-se Disney. Só que desta vez a história é diferente. Não vou escrever sobre os famosos parques de Orlando (Epcot, Magic Kingdom, Hollywood Studios e Animal Kingdom), mas sim sobre uma viagem bastante conhecida entre os americanos e ainda pouco divulgada no Brasil. Imagine desfrutar da qualidade dos serviços Disney tendo como cenário de fundo as belezas do Caribe, por exemplo?

Foi numa manhã ensolarada que teve início meu cruzeiro rumo à Castaway Cay, ilha privativa do Mickey, quer dizer, da Disney. Ali, o personagem principal tem que dividir espaço com o também conhecido pirata Jack Sparrow (pra quem não lembra, o protagonista de Piratas do Caribe!). O embarque no Disney Wonder, um dos quatro navios da marca (Magic, Dream e Fantasy completam a frota), ocorreu no Porto de Cabo Canaveral, na Flórida. Tudo muito tranquilo, já que a fila para os estrangeiros é bem menor do que para os americanos, então o controle de passaportes é feito rapidamente. Você só precisará preencher poucos papéis e dar o número de um cartão de crédito como garantia. E lá fui eu a caminho do Wonder (antes, porém, parei para tirar a tradicional foto com a réplica do navio).



Logo na entrada, uma comitiva aguarda os passageiros. A primeira pergunta, em tom baixo, é o sobrenome da família. Assim que você diz o seu sobrenome, um dos integrantes do staff o repete ao microfone: Welcome Strucchi’s Family! E uma grande salva de palmas completa a entrada de cada um. Não imagino uma maneira melhor de ser recepcionada: tipo estrela de Hollywood!

Os três dias que se seguiram foram de pura diversão. Os espetáculos do teatro te fazem sentir como criança de novo. Na hora de matar a fome a qualidade da comida chama a atenção. O hóspede janta a cada dia em um dos três restaurantes. Além disso, claro que as guloseimas como cachorro-quente, hambúrgueres e refrigerantes ficam à disposição de todos na área externa.

Quer saber mais? Então embarque comigo nessa incrível viagem repleta de surpresas e embalada por toda magia da Disney.

O Navio


O transatlântico Disney Wonder, de 1999, tem capacidade para 2.400 passageiros e nove deques decorados nos tons marinho, vermelho e branco. Essas mesmas tonalidades colorem as roupas dos personagens que desfilam pelos andares do navio durante os dias de cruzeiro. Um pouco depois do embarque é hora de zarpar e, como em qualquer navio, esse é um momento animado. Os personagens e hóspedes se reúnem no deque, ao redor das piscinas, para uma apresentação bem dançante!

Alguns minutos mais tarde todos precisam fazer o treinamento para casos de emergência. Não há como escapar. Eles possuem um controle absoluto e as explicações só começam depois que os integrantes de cada cabine se apresentam devidamente trajados com seus coletes salva-vidas. Não se preocupe. É tudo bem rápido.

Ao passear, preste atenção aos detalhes, a figura do Mickey está por toda a parte, inclusive nas cabines e onde menos se espera. De repente, ao olhar o abajur, percebo um pequeno e quase imperceptível Mickey enfeitando a luminária. Os quadros que decoram os quartos mostram fotos antigas (na minha cabine uma tirada em 1934) do criador de tudo isso, Walt Disney. São Imagens em preto e branco bem interessantes, que acabam revelando um pouco da história desse homem visionário.

Apesar da maioria dos passageiros ser composta por famílias e muitas, muitas crianças, ainda é possível fugir um pouco de toda essa euforia infantil. Tanto as piscinas quanto às praias de Castaway Cay (falarei sobre elas daqui a pouco) são divididas por idade. No navio, você pode escolher entre 3 opções. A piscina do Mickey é para crianças pequenas e a do Pateta para toda a família, com um toboágua e um telão no qual passam filmes e desenhos animados. Já os maiores de 18 anos podem optar pela Quiet Cove, piscina localizada numa área reservada onde o silêncio reina absoluto. Já que estava sozinha, sem filha ou marido, essa foi minha opção. Ali, eu observei um público pequeno, composto em sua maioria por pessoas da terceira idade.

O Disney Wonder possui atrativos para todas as idades, desde salas de jogos e recreação para os menores até spa e lojas com artigos bem baratos para os papais e mamães.

Castaway Cay, o ponto alto da viagem




O percurso do meu cruzeiro passou por Nassau, capital das Bahamas, mas a verdade é que o ponto alto da viagem, independente da rota, será sempre a ilha privativa da Disney: Castaway Cay. É como desembarcar num cenário de filme. Na verdade esse realmente foi o lugar escolhido para serem gravadas algumas cenas de Piratas do Caribe, que tem o ator Johnny Depp no papel principal do pirata Jack Sparrow. Entre um passo e outro é preciso parar para tirar fotos com os personagens da Disney, todos vestidos a caráter: colar havaiana, blusa florida e bermuda. De cara encontrei tico e teco, e logo depois Lilo & Stitch.

Na ilha a água é cristalina e as atividades inúmeras. Entre as mais divertidas está o mergulho com as arraias (sem ferrões). O programa começa com uma aula sobre esses animais, seu tamanho, quantos anos vivem e outros detalhes. O passo seguinte é alimentá-las. Divididos em pequenos grupos é possível dar comida a elas. Um instrutor leva para o mar um prato com formato da cabeça do Mickey (claro!) e a única coisa a fazer é pegar um pedaço da comida, segurar entre os dedos, afundá-lo e esperar a arraia passar em cima de sua mão e sugar. A sensação é estranha, mas a experiência vale a pena.

As praias da ilha também variam de acordo com a faixa etária. A mais perto do ponto de desembarque do navio é a praia família, um pouco mais à frente vem a praia dos adolescentes, com redes de vôlei na areia, uma área coberta com mesas de pingue-pongue e um quiosque para aluguel de bicicletas e máscaras de snorkel. Mais adiante está a praia dos adultos, Serenity Bay. Você pode pegar o ônibus que leva e traz os turistas ou fazer o trajeto de bicicleta. A comodidade é total. Garçons ficam o tempo todo circulando e, para minha surpresa, encontrei até um garçom brasileiro entre eles. Ou seja, pedido feito no mais perfeito português!

Gastronomia para ninguém botar defeito


Se você já fez algum cruzeiro marítimo e se decepcionou com a qualidade da comida servida, esqueça! No Disney Wonder os pratos são uma delícia, o difícil mesmo é o escolher o melhor. Ok, os lanches servidos na área externa não são uma novidade, mas é preciso concordar que eles fazem a alegria da criançada. Afinal, quem vai recusar pizza, hambúrguer ou cachorro quente? Também é possível beber quantos copos de refrigerantes você quiser.

Existem dois horários de jantar. Embora os horários específicos variem de acordo com o itinerário, o jantar é servido aproximadamente às 17h45 (primeiro turno) e 20h15 (segundo turno). Eu sempre prefiro o segundo. Você pode definir o melhor horário para você no momento que faz a reserva do cruzeiro ou durante o check-in.

Sem dúvida os melhores pratos são servidos nos restaurantes a la carte do navio. A cada noite os hóspedes jantam em um deles. Detalhe: você pode pedir quantos pratos você quiser. Ah, e por falar em cardápios, eles são uma atração à parte. Sempre com desenhos da Disney na capa e ilustrações internas de deixar o queixo caído. Alguns inclusive com imagem holográfica.

Começo descrevendo o Animator Palate: um restaurante que muda de cor ao longo da noite! IN-CRÍ-VEL! As imagens das clássicas histórias da Disney que decoram o ambiente começam em preto e branco e vão ficando coloridas a cada etapa da refeição. Até a roupa dos garçons muda ao longo da noite. E por falar em garçons, eles merecem destaque. Durante todo o cruzeiro sua família será atendida pela mesma dupla. – um garçom e um ajudante. No meu caso, Pascal e Maria, que até arriscava um portunhol. Nota 10 para o serviço.

O Triton’s é um restaurante bem elegante que presta homenagem ao desenho da Pequena Sereia – uma estátua da personagem marca a entrada do local – onde podemos nos deliciar com frutos do mar. Outra história clássica da Disney que ganhou vida através da gastronomia foi A Princesa e o Sapo, através do restaurante Tiana’s Place. Uma experiência única saborear sua refeição embalada pelo som do jazz. Combinando a culinária caseira do sul com sabores clássicos americanos, o lugar faz você se sentir no French Quarter, de Nova Orleans (e falo com propriedade porque também já estive em Nova Orleans para fazer reportagens). Quem gosta de requinte deve reservar uma refeição no Palo, que está fora do sistema rotativo. O restaurante serve pratos típicos do norte da Itália, apresentando um ambiente romântico para os adultos. Neste caso você pagará US$ 30 por pessoa para janta ou almoço.

Espetáculos com a qualidade Disney




Uma queima de fogos ilumina o céu e, para surpresa de todos e deslumbramento dos pequenos, o Mickey – trajado de pirata, com tapa-olho, lenço na cabeça e colete – “voa” (algo como uma tirolesa) em direção ao público. Tudo no mais autêntico estilo Disney. Assim tem início a festa Piratas do Caribe. Além do Mickey, todos os outros amigos – Pluto, Pateta e Minnie – também se vestem a caráter. Um grupo de animadores faz coreografias no pequeno palco e é seguido por todos os baixinhos que acompanham tudo sem piscar. E olha que já passava das 23h, mas ali ninguém quer saber de dormir! No buffet tudo no mesmo clima. Para finalizar a noite, o filme tema da festa, que foi sucesso nas bilheterias, é exibido no telão do navio.

Já dá para ter uma ideia da dimensão dos espetáculos apresentados no Disney Wonder. No teatro, a qualidade não muda. O “The Golden Mickeys”, que dura em média 50 minutos, é marcado por muito glamour, com todos os personagens de dourado. O show musical ao vivo apresenta-se como uma cerimônia de premiação na qual os personagens dos filmes da Disney são nomeados a uma série de categorias.

E que tal se sentir em Arendelle, reino de Frozen? Essa é a sensação no espetáculo “Frozen, A Musical Spectacular”. Você entra totalmente na história, que tem seu ápice com a canção mundialmente conhecida Let it Go, um momento marcante do show, quando todo cenário se transforma e a neve (cenográfica claro) toma conta do Walt Disney Theater. As projeções de vídeo de última geração conseguem transformar as explosões geladas de Elsa em realidade! Simplesmente apaixonante!

Para terminar o cruzeiro, na última noite a bordo, somos convidados a voltar no tempo e relembrar as principais histórias que marcaram a nossa infância através do espetáculo “Disney Dreams – An Enchanted Classic”. A apresentação de 50 minutos conta a história de Anne Marie. Em um certo dia, enquanto tentava adormecer, ela é visitada pela fada azul e Peter Pan. O objetivo é lembrar a todos o poder dos sonhos e do pensamento positivo. Alguém aí dúvida?

Novidades para 2020: Nova Orleans e Havaí


E se você é daqueles que gostam de se programar com antecedência, as reservas para a temporada de 2020 foram abertas ao público no último dia 4 de outubro. Vale ficar atento às novidades e já garantir seu cruzeiro.

Em 2020 o navio Disney Wonder terá saídas de Nova Orleans. Ou seja, você vai poder conhecer essa charmosa cidade da Luisiana. Durante um período limitado, a temporada especial do navio Disney Wonder vai oferecer seis roteiros saindo de Nova Orleans: opções de 4, 6 ou 7 noites pelo Caribe, 7 noites pelas Bahamas e 14 noites pelo canal do Panamá entre 7 de fevereiro e 6 de março de 2020.

E as novidades não param por aí. Após um longo intervalo de 5 anos, o navio Disney Wonder irá retornar ao Havaí no início de 2020 para dois roteiros especiais. O primeiro acontecerá em 29 de abril de Vancouver para Honolulu, durante 9 noites. E no dia 8 de maio, o navio retorna para o porto canadense em uma viagem de 10 noites.

Após os itinerários especiais, o Disney Wonder continuará sua temporada de 2020. Primeiro o navio parte para o sul do Caribe, durante duas viagens de 7 noites nos dias 19 e 26 de janeiro. O Wonder sai de San Juan, em Porto Rico, para um cruzeiro de 5 noites pelas Bahamas. Depois, em 20 de março, o navio parte de San Diego, na Califórnia, com sete opções de roteiros para Baja Califórnia e a Rivera Maya, em períodos que variam de 2 a 7 noites.
Para saber sobre as saídas de 2019 e 2020, e ter informações detalhadas, incluindo preços, acesse aqui. 

Esta oferta/dica foi escrita por Natália Strucchi

Jornalista por formação, viajante por opção. E poder juntar as duas paixões numa profissão é a realização de um sonho. De Teresópolis (RJ) para mais de 20 países e centenas de cidades mundo a fora.... Toda essa andança me faz crer que viajar é muito bom, mas poder compartilhar toda esta experiência com outros viajantes é ainda muito melhor!

Viaje mais pelo Brasil e pelo mundo

Encontre as passagens mais baratas com o Voopter

Buscador

Compare as tarifas de companhias aéreas, de agências e sites de milhas

Buscar Passagens

Quando viajar?

Quando viajar pagando barato partindo do Rio de Janeiro?

Planejar viagem

Alertas

Não achou o preço da passagem que você queria? Crie um alerta!

Criar um alerta

Promoções e Dicas

Seja o primeiro a receber promoções e dicas de viagem.

Cadastre-se

Voopter Mobile

Baixe o nosso app, encontre passagens baratas e seja notificado com as melhores promoções