Para leigos como eu, o flamenco seria a versão espanhola do Tango argentino, mas é beeeem diferente. Oriunda do sul da Espanha, o flamenco virou símbolo e marca registrada da Espanha e sempre tive muita curiosidade em poder assistir uma apresentação. A moda chegou ao norte de Portugal e como estou por aqui, fiquei ainda mais curioso. 

Em minha última visita a Madri, caminhando de volta ao hotel, ouvimos uma música ecoando de um bar e resolvemos olhar. Era um restaurante especializado em flamenco, o La Taberna de Mister Pinkleton e, acredite, com show ao vivo. Já não havia mais vaga para aquele dia, então para enfim pôr ponto final à curiosidade, voltamos na noite seguinte.



Pontualmente às 19h estávamos lá. Localizado na rua Cuchilleiros, o La Taberna de Mister Pinkleton está bem no centro da cidade. Aberto no início da década de 60, o estabelecimento estava todo preparado para a noite. Mesas e cadeiras posicionadas em frente ao tablado, drinks servidos (a entrada dá direito a um drink), era só esperar o show começar.

Por noite 5 pessoas se apresentam quase que simultaneamente. Um tocando violão (ou algum instrumento que se assemelha muito), outro cantando e mais três artistas se revezando entre cantar e dançar. Durante 1h30 (com 15 min de intervalo), eles se revezam ora com dança solo ora com os dois dançando.

Os movimentos do flamenco são bem característicos. Pés e mãos são fundamentais e dão ritmo à dança, assim como as castanholas. Quando um casal baila os movimentos são sincronizados, mas não há muitos contatos físicos como no tango, por exemplo. 

Também rola interação. Na parte final um dos cantores convida pessoas da plateia para aprenderem a dança. Os mais desinibidos podem subir e se arriscar na dança.

O flamenco do La Taberna de Mister Pinkleton tem um quê de turístico. Não chega a ser aquele raiz como tem em Sevilla, por exemplo, mas é autêntico flamenco de Madri. E muito legal. A casa abre diariamente, mas é preciso fazer reservas com antecedência. E você pode optar por reservar com drinks ou jantar. E há diariamente três horários: 19h; 21h e 23h.