A empresa italiana de assentos para a aviação Aviointeriors criou um projeto que viabiliza colocar 20% mais passageiros dentro de um avião, sem aumentar o tamanho da aeronave. Como? Apertando ainda mais os passageiros.

O projeto do Skyrider 2.0 prevê em seus assentos um espaço de 58 centímetros para as pernas do passageiro. De acordo com um levantamento feito pelo site SeatGuru, nos voos operados com aeronaves Airbus 321, a distância dos assentos é 71 centímetros.

Os assentos verticais




Inspirados em selas de cavalos, os assentos se assemelham com os de bicicletas. E é isso que faz com que os passageiros viajem quase de pé. As cadeiras são sustentadas por um poste lateral preso ao teto. A empresa afirma que este tipo de assento pesa 50% menos que os assentos tradicionais. Um ponto importante para as companhias aéreas de baixo custo!

A Aviointeriors afirma em seu site que o projeto cria a possibilidade de viajar para quem não pode pagar. Essa é a segunda versão do projeto Skyrider 2.0, apresentado pela primeira vez em 2010.

Nos últimos anos, algumas companhias aéreas cogitaram a possibilidade de utilizar os assentos verticais em suas aeronaves. Entre as empresas estão a Spring Airlines e a Ryanair. As propostas, no entanto, nunca foram levadas à diante.

E aí, o que você achou da notícia?