A Europa guarda destinos incríveis, não é novidade. Tem opção para quem gosta de combinar viagem e gastronomia, para os amantes de museus, para aqueles que amam entrar em contato com a natureza… São tantas possibilidades que definir um roteiro fica até difícil. É do time dos que não sabem para onde ir? Para ajudar nessa escolha, seguimos nossa série de roteiros pela Europa (já falamos aqui sobre o combo Portugal e Espanha), e os destinos da vez são: Londres, Paris e Amsterdam - com a possibilidade de uma paradinha na Bélgica, passando por Bruxelas e Bruges. E o melhor: tudo isso viajando de trem! Confira nossas dicas e boa viagem!


Por que combinar Londres, Paris e Amsterdam?


Pela proximidade e pela fama. Londres, Paris e Amsterdam estão entre os destinos mais procurados pelos brasileiros no Velho Continente. E Bruxelas fica bem no meio do caminho entre a capital francesa e a holandesa. Além disso, o legal é que todas essas cidades podem ser visitadas de trem, o que facilita muito o deslocamento. Essa é uma excelente opção de roteiro para quem quer conhecer as capitais mais badaladas do continente e fugir da missão dos aeroportos!

Veja também nossas dicas para viajar de trem pela Europa


Roteiros pela Europa: quanto tempo de viagem? E quanto tempo ficar em cada cidade?




Essa é uma questão muito pessoal e tudo vai depender do seu estilo de viajante e disponibilidade de tempo e dinheiro. Tem gente que prefere passar mais dias e conhecer além das atrações turísticas. Outros que já dão um check nos principais pontos e partem para o próximo destino. Há também aqueles que só tem X dias disponíveis e precisam adequar o roteiro a isso. De qualquer forma, vamos fazer uma média, com a ideia de visitar as principais atrações e mais um pouco sem correria.

Para Paris e Londres, maiores cidades desse roteiro pela Europa, o ideal é reservar pelo menos 5 dias inteiros. Já para Amsterdam e Bruxelas, 3 ou 4 dias são suficientes para curtir o melhor dos destinos. Não importa a sua escolha, a verdade é que há sempre muitas chances de ir embora com aquela sensação de que precisa voltar. <3

Por onde começar o roteiro?




Geograficamente, a melhor opção é seguir a rota Londres - Paris - (Bruxelas) - Amsterdam; ou o contrário: Amsterdam - (Bruxelas) - Paris - Londres. Entretanto, nem sempre Londres e Amsterdam são os destinos com as tarifas mais baratas. Como todos os destinos são próximos e podem ser percorridos de trem, o início do roteiro irá depender mesmo é do preço das passagens aéreas. No quesito economia, saiba que Paris é uma das principais portas de entrada de brasileiros na Europa e também a cidade para onde os preços costumam ser mais em conta. Quer conferir? Veja aqui as melhores ofertas de passagens aéreas para a Europa encontradas pelos usuários do Voopter nas últimas horas. 

ROTEIRO LONDRES, PARIS, BRUXELAS (COM BRUGES) E AMSTERDAM:


Londres




A terra da Rainha guarda programas para agradar os mais variados tipos de viajantes. O roteiro cultural é um dos pontos fortes de Londres. E o melhor: há muitas atrações gratuitas para aproveitar! O British Museum, a National Gallery e o Museu de História Natural estão entre os mais procurados. Para os amantes da arte moderna e contemporânea, o Tate Modern é o lugar certo. A maioria tem, ao menos, um dia da semana gratuito, pesquise antes da sua visita!



Caminhar pelo rio Tâmisa, conhecer o Parlamento, admirar a capital britânica de cima na London Eye, ver a troca da guarda no Palácio de Buckingham e sentir-se como um Beatle cruzando a famosa Abbey Road estão entre os programas quase que obrigatórios de quem visita a cidade. Nos finais de semana, vale curtir o movimento dos mercados de rua do bairro de Camden Town, como o Stables Market e o Lock Market; e de Portobello Road, localizado em Notting Hill - isso mesmo, o cenário do filme com Julia Roberts e Hugh Grant. Para ficar ainda melhor, a capital britânica possui um excelente sistema de transporte público, o que te permite percorrer toda a cidade de metrô ou ônibus.

Paris




Não importa se essa é a sua primeira visita ou não: Paris é Paris. E vai muito além de seus famosos pontos turísticos, como a Torre Eiffel, a Champs-Élysées e o Arco do Triunfo. O encanto da Cidade Luz está em toda sua atmosfera ao mesmo tempo romântica e cosmopolita. E por isso mesmo caminhar pela capital francesa é o melhor jeito de explorar seus atrativos. Não deixe de passear pelas margens do Sena (e se for verão, curtir um piquenique!), visitar a Notre Dame e comer um crepe do Au P'tit Grec no Quartier Latin, dos bairros mais boêmios de Paris.



Tire um dia para passear também pelo Le Marais, região repleta de galerias de arte, lojinhas fofas, brechós e bares (faça uma parada no restaurante L’As du Falafel) e com ares da antiga Paris medieval. Já Montmartre é o reduto boêmio e artístico, que abriga o Moulin Rouge, o café da Amelie Poulin e a bela basílica de Sacré Coeur. E não podemos esquecer dos museus, claro. O Louvre, o Museu D’Orsay, o Centro Georges Pompidou e o Museu de l’Orangerie (onde está a incrível obra Nymphéas, de Claude Monet) são os mais importantes, mas  Paris guarda cada um deles guarda muitos outros centros culturais imperdíveis.

Quer saber mais sobre Paris? Antes de embarcar, anote algumas dicas do nosso post O que fazer em Paris: melhores pontos turísticos e dicas imperdíveis da cidade.


Opcional: Bélgica (Bruxelas e Bruges)




Essa parada é opcional no roteiro, irá depender de quantos dias você tem disponível ou quer passar em cada um dos outros destinos. Muito chocolate, cervejas e castelos te esperam por lá. Em Bruxelas, a Grand Place, praça do século XII, que já foi considerada inúmeras vezes a mais bonita da Europa, é parada obrigatória. O Palácio Real de Bruxelas, o Museu de Belas Artes e o Atomium estão entre outros dos mais importantes pontos da capital belga. O gosto pela cerveja também promete ótimos bares e pubs para curtir a noite.

De Bruxelas vale ainda dar um esticada até a pequena cidade medieval de Bruges, que promete uma verdadeira volta ao passado, Localizada a cerca de 1h30 de trem da capital, o destino é conhecido por “Veneza do Norte”, por conta de seus canais. Lindas paisagens, ótimos restaurantes e belas construções históricas fazem valer o passeio.  


Quer mais dicas da Bélgica? Veja aqui o que fazer no país.


Amsterdam


Bicicletas, museus, canais e animada vida noturna. Amsterdam é tudo isso e mais um tanto. Você pode encarnar o espírito holandês e percorrer Amsterdam de bike ou simplesmente caminhar pela cidade para explorar seus atrativos. Outro imperdível jeito de admirar suas belezas é curtir um passeio de barco pelos canais. Se você curte museus e espaços culturais, a capital holandesa guarda dezenas deles, como o Rijksmuseum, a Casa de Rembrandt, o Museu Van Gogh e o Museu de Amsterdam.



Reserve um tempo para explorar o charmoso bairro de Jordaan, onde você encontra as 9 Straatjes - nove ruazinhas cheia de lojas fofas, lanchonetes e cafeterias e a Casa de Anne Frank (não se esqueça de comprar o ingresso antecipado pela internet!). É por lá também que você encontra a Winkel 43, famosa por servir a melhor torta de maçã da cidade. Outra parada imperdível é o mercado de rua Albert Cuyp Market. Se pegar dias de sol, não deixe de passar a tarde no Vondelpark. Curte cerveja? Então vale conferir o tour Heineken Experience ou simplesmente conhecer algumas das cervejarias artesanais de Amsterdam, como a Brewery ‘t IJ. Para aproveitar a noite, confira o movimentado Red Light District ou os bares do entorno da praça Dam e do bairro Jordaan.

Dica amiga: Amsterdam é também famosa por suas tulipas e o famoso Jardim Keukenhof fica a cerca de 1h30 do centro da cidade. Se quer fazer uma visita, vá na primavera, entre março e maio.


Confira também: 5 atrações gratuitas para curtir em Amsterdam


E aí, curtiu? São muitas as possibilidades de roteiros pela Europa. Quais os seus destinos preferidos deste roteiro?