Vinhos excelentes; boa gastronomia; paisagens de tirar o fôlego; multi-cultural; cidade limpa e segura. Santiago, no Chile, já é uma das cidades mais procuradas por brasileiros. Devido à proximidade, quantidade de frequência ou preço baixo das passagens aéreas, viajar para o destino está na moda. A Latam e Gol tem voos diários, e agora a Emirates também está voando para o destino.

Se você quiser fazer absolutamente tudo que Santiago tem a oferecer, dez dias talvez nem sejam suficientes, mas para uma rápida viagem de 3 ou 4 dias (como um feriado prolongado) já é possível conhecer bem a cidade. E o Voopter te ajuda com dicas do o que fazer em Santiago (e arredores).

Confira abaixo:

Centro histórico




Essa é uma bela caminhada. Então vista aquele tênis confortável, leve o casaco e saia para passear. Muitos turistas escolhem fazer esse tour de bike. Vale a pena e você ainda ganha tempo. No roteiro não deixe de passar por alguns dos mais importantes monumentos, como La Chascona, um museu que durante anos foi a casa de Pablo Neruda; Plaza das Armas, onde estão a Catedral Metropolitana e o Museu Histórico Nacional. Ali do lado tem o Museu de Arte Precolombino, um dos melhores museus do Chile. Vale a pena entrar e ver todo o acervo. Por fim termine no Palacio de La Moneda, sede da presidência chilena.

Atenção: não faça esse passeio na segunda. Parte das atrações do centro histórico fecha às segundas!

Mercado Central


Essa é uma visita obrigatória. E é um lugar fantástico em qualquer época do ano. O prédio, de 1870, é beeem histórico, mas sua beleza não se restringe apenas à arquitetura. Dentro diversas barracas servem o que há de melhor da gastronomia chilena, incluindo as centollas gigantes. A entrada é gratuita e funciona das 8h às 19h, portanto reserve este tour para ir na hora do almoço.

Sky Costanera


Santiago é cercado pelos andes e por onde você olha vai ter uma montanha nevada no horizonte. E o melhor lugar para avistar toda esta beleza é do alto da  Sky Costanera, um mirante localizado a 300 metros de altura. A entrada é pelo shopping Costanera Center e o melhor horário para ver é no final da tarde, ao cair do sol.

Viña del Mar & Valparaiso




Essa é uma dupla clássica na viagem ao Chile. Geralmente quem vai a Santiago acaba reservando um dia para visitar as duas cidades. E quem vai não se arrepende. Localizada há pouco mais de 100 km, as regiões estão fora da cadeia de montanhas que cerca Santiago, por isso a temperatura nas duas cidades é quase sempre diferente da capital. Portanto, leve casaco!

Viña del Mar é cidade litorânea, bem cuidada. E os principais restaurantes estão na orla. Não se assuste com as placas de tsunami espalhadas pela praia. Como Chile costuma ter tremores de terra, é obrigatório ter este tipo de sinalização no litoral! Já Valparaíso é o oposto, mais descolada, com um clima mais alternativo. A grande atração de Valparaiso é a casa de Pablo Neruda, localizada na parte alta da cidade.

As duas cidades são uma graça, mas no inverno (venta muito) vale a pena repensar a ida.

Vinícolas




Beber vinho é quase uma obrigação no Chile. E beber vinho direto da fonte é melhor ainda. Existem várias vinícolas próximas a Santiago, algumas mais bem preparadas para o turismo, outras nem tanto. Entre as que estão prontas para receber os visitantes está Concha y Toro, uma das marcas mais consumidas no Brasil (Casillero del Diablo é deles, por exemplo).

Essa viña (como eles chamam as vinícolas) é bem profissional quando o assunto é turismo e se você não foi em nenhuma vinícola, vale a pena começar com essa. E o melhor, fica bem próxima de Santiago e dá para ir, inclusive, de transporte público. Tem tours guiados em português, mas precisam ser reservados com antecedência.

Valle Nevado




Essa atração é para ir no inverno. Em qualquer outra época do ano troque este passeio por (Cajón del Maipo). De junho a setembro costuma nevar nas montanhas e é quando tem início a temporada de esqui (que varia sempre seu início). E pela proximidade, vale a pena fazer um bate e volta para esquiar, apreciar a paisagem branca ou mesmo brincar na neve. Em Valle Nevado você ainda consegue ir à parte alta da montanha com um teleférico. E o melhor, ele é fechado! E lá no meio tem um restaurante.

Cajón del Maipo




Ainda dá pra caminhar pelos andes mesmo que não tenha neve. E para não ter que caminhar sobre pedras, literalmente, que tal conhecer uma das paisagens mais lindas do Chile. Cajón del Maipo é um dos passeios mais legais e também dá pra fazer em um bate e volta. O lugar é acessado com carro 4x4 ou através de passeios turísticos e entre as sucessivas belas paisagens há banhos termais, com direito a banhos de lama!

E você... Tem dicas para dar de Santiago? Compartilhe suas dicas com a gente. Comente com a gente aqui ou nas nossas redes sociais. E se tiver pensando em viajar para o Chile, dá uma olhada nessas ofertas!

[advanced_iframe securitykey="cd16ab14c6fccf40a0ad5795eabcb24469bc3f99" src="http://voopter.com.br/ofertas-blog/para-santiago/SCL?type_link=search"]