Madri é uma das principais portas de entrada para os brasileiros na Europa. A capital espanhola está entre os destinos internacionais mais buscados aqui no Voopter, além de estar também na lista dos voos mais baratos para o Velho Continente saindo do Brasil. Está pensando em viajar para lá? Antes de embarcar, confira nossas dicas e saiba o que fazer em Madri:

1. Roteiro a pé do centro ao Templo de Debod para curtir o pôr do sol


Olha só que beleza: é possível conhecer vários dos principais pontos turísticos de Madri a pé. O passeio pelo centro histórico começa na Plaza Puerta del Sol. Trata-se de um dos locais mais movimentados da capital espanhola. É nessa praça que estão alguns dos principais símbolos da cidade: a escultura do Oso e do Madroño (O Urso e o Árbuto) e o km zero espanhol (bem em frente ao prédio da Prefeitura), de onde saem todas principais ruas e avenidas do país.

Da Puerta del Sol, siga para a Plaza Mayor, considerada uma das mais lindas da Europa. Mas não sem antes fazer uma parada na tradicional San Ginés Chocolateria, que guarda o mais famoso chocolate quente com churros de Madri. Quase ao lado da Plaza Mayor está o Mercado San Miguel, cheio de barraquinhas para você provar as delícias espanholas. Depois de comer, caminhe pela calle Mayor até a Catedral da Almudena (ou Catedral de Madri), onde é possível subir até o alto e garantir um vista incrível da cidade! Logo na frente da Catedral está ainda o Palácio Real. Para fechar, termine o dia conferindo o pôr do Sol no Templo de Debod (na foto abaixo), templo egípcio doado pelo governo do Egito à Espanha.


2. Conferir os renomados museus e centros culturais


Se você curte exposições e programações culturais, prepare-se. É possível gastar muitas horas nessa programação. Três importantíssimos museus da Europa e do mundo estão lá: o Prado, o Reina Sofia e o Thyssen-Bornelisza. No Museu do Prado você vai encontrar famosas obras, como Las Meninas de Velázquez, O Jardim das Delícias de El Bosco e as pinturas negras de Goya. Já no Reina Sofia, o foco é a arte moderna, com muitas obras de Picasso (incluindo a famosa Guernica), Miró, Kandinsky e Salvador Dalí. Se tiver tempo, aproveite para conhecer outros centros de arte, como a Casa Encendida e a Caixa Fórum.

3. Uma tarde no Parque do Bom Retiro




Este é o mais importante parque da cidade. Se o tempo estiver bom, separe algumas horas do dia para fazer um piquenique. O parque é enorme, com vários lagos, bosques e estátuas, mas não deixe de conferir, especialmente, o Palácio de Cristal (esse da foto) e os jardins de La Rosaleda. Saindo do Bom Retiro, você ainda encontra a Porta de Alcalá, vestígio do período em que a cidade era cercada por uma muralha.

4. Passeio pela Gran Vía


Com certeza você vai passar por ela entre um passeio e outro. Essa é a mais famosa avenida de Madri, sempre movimentada e repleta de lojas, restaurantes, teatros e construções marcantes. Você pode iniciar a caminhada pela Plaza de España até chegar na Plaza de Cibeles, onde fica o famoso Edifício Metropolis. Entre algumas possíveis paradas do caminho estão: o centro cultural Círculo de Bellas Artes e o Palácio das Comunicaciones. Em ambos é possível subir até o topo para conferir a cidade de cima.

5. Estádio do Real Madrid




Se você é fã de futebol, já deve saber o qual programa não pode ficar de fora na sua lista de "o que fazer Madri": visitar o Estádio Santiago Bernabéu, do Real Madrid, é uma experiência incrível. É possível conhecer o vestiário dos jogadores, passear pelas arquibancadas, pelo campo e pelo museu, cheio de fotos e troféus. Se coincidir as datas, aproveite para assistir uma partida.

6. Passeio literário pelo charmoso Bairro das Letras


A região recebeu esse nome por ser o lugar onde viveram diversos grandes escritores espanhóis, como Miguel de Cervantes e Lope de Vega. Pelas calçadas da Calle de Las Huertas estão gravados trechos das obras destes e de outros autores. Há ruas exclusivas para pedestres, pequenas plazas, antigas livrarias, restaurantes, bares e a arquitetura da maioria dos edifícios ainda é do século XIX, o que promete muitas fotos. Dica amiga: vale voltar no bairro pela noite para curtir o lado boêmio da região.

7. Conferir as pechinchas do El Rastro


Não sabe o que fazer em Madri no domingo? Visite o El Rastro, mais popular “mercado de pulgas” a céu aberto de Madri. Ele acontece apenas aos domingos (de 9h até 15h) no bairro de La Latina. É um programa gratuito bem legal, seja para garimpar desde roupas até antiguidades ou simplesmente conferir a movimentação local.

8. O restaurante mais antigo do mundo


Que tal aproveitar o roteiro por Madri para visitar o restaurante mais antigo do Mundo? Inaugurado em 1725, o El Botín (ou Sobrino de Botín) está não apenas no Livro do Recordes (Guiness Book), mas também citado no primeiro romance do escritor norte-americano Ernest Hemingway, frequentador assíduo do estabelecimento. O prato mais famoso da casa é o Cochinillo assado. Mas atenção: não se esqueça de reservar sua mesa com antecedência.

9. Happy Hour espanhol: “salir de tapas”




É fácil decidir o que fazer em Madri de noite ou finalzinho da tarde: “salir de tapas”, que nada mais é do que sair para beber. Não importa como você prefere chamar, pode ter certeza que não vão faltar boas opções. Após as 18h os bares já começam a ficar cheios para tomar um caña de cerveja (ou um vaso de vinho, se preferir) acompanhados das deliciosas tapas madrileñas (para nós brasileiros = petiscos). Em diversas cidades da Espanha é comum os bares servirem tapas gratuitos junto com a bebida. Se a tapa é grátis, ela costuma ser mais simples e a bebida mais cara. Quando a cerveja é mais barata, as tapas costumam não ser grátis e mais caprichadas. A dica aqui é experimentar!

10. Curtir o noite madrileña pelos bairros boêmios


Não faltam alternativas para aproveitar a vida noturna e praticar o espírito da movida madrileña pulando de bar em bar por Madri. No bairro La Latina, o movimento concentra-se pelas calles Cava Baja e Cava Alta. Há ainda a badalada área de Malasaña, região perto do centro, repleta de novos empreendimentos culinários, casas noturnas, ateliês de arte e bares de tapas. O bairro vizinho, o Chueca - já apelidado de SoHo Madrileña -, também merece atenção. Já o bairro literário Las Letras também é uma ótima pedida, com várias cervejarias tradicionais, como a Alemania.

Dica amiga: aproveite para conhecer mais cidades espanholas ou visitar outros destinos europeus




As principais atrações de Madri podem ser visitardas em cerca de 3 ou 4 dias. Mas você pode curtir mais tempo por lá e conhecer alguns destinos em passeios bate e volta, como Segóvia (30 min de trem), Toledo (2h de trem) e Córdoba (2h de trem). Ou quem sabe visitar outros países da Europa, viajando de trem ou avião.

Agora que você já sabe o que fazer em Madri, veja abaixo os melhores preços de passagens aéreas para Madri encontrados pelos usuários do Voopter nas últimas horas. Voos de ida e volta, com taxas incluídas.


[advanced_iframe securitykey="cd16ab14c6fccf40a0ad5795eabcb24469bc3f99" src="http://voopter.com.br/ofertas-blog/para-madri/MAD?type_link=search"]