“Que a gente questione a desigualdade, ouça as mulheres, aprenda com elas e, claro, as incentive a viajar mais!”, esse é o pensamento por trás do #viajemulher do Voopter, projeto inspirado no Dia Internacional da Mulher. E, graças a participação de mais de 5.000 brasileiras, nós podemos divulgar hoje um levantamento inédito, sobre o perfil das viajantes e também as razões que ainda as impedem de viajar mais.

Tudo isso começou com um questionamento: “por que as mulheres viajam menos que os homens no Brasil?” Que nós fizemos com base nos dados disponíveis, da Secretaria de Aviação e do Ministério do Turismo, onde elas representam apenas 43,6% dos passageiros em voos nacionais e têm menos intenção de viajar.

No hotsite do #viajemulher você pode conferir todos os resultados do levantamento realizado pelo Voopter. Clique aqui para ver.


Ao analisar as respostas, percebemos que os três grandes desafios na hora de uma mulher viajar são: dinheiro, tempo e segurança. Todos eles refletem questões mais amplas, como a diferença salarial, dupla jornada e violência de gênero - elas recebem 23,5% menos que os homens, de acordo com IBGE, e gastam 7 horas a mais do que eles com trabalhos domésticos.

Apesar disso, mais de 53% das mulheres já viajaram sozinhas e 37% ainda não embarcaram em uma viagem solo, mas gostariam. Pensando nelas e em todas as brasileiras que sonham em voar cada vez mais alto e para novos destinos, nós conversamos com viajantes inspiradoras, que compartilharão suas dicas durante todo esse mês no nosso hotsite. Conheça as primeiras: Bruna Barbosa, Liliane Jacintho e Gisele Ramos.

Além disso, indicamos alguns eventos e encontros de viajantes, que acontecerão neste mês, organizado por mulheres. São eles:

Encontro Nacional de Mulheres Viajantes, dia 10 no Rio de Janeiro
O evento contará com bate-papos temáticos sobre assuntos de interesse das viajantes, além, claro, de ser um excelente local para conhecer mulheres inspiradoras.

Mulheres Viajantes de Asas Abertas, dia 17 em São Paulo
Piquenique no Parque Buenos Aires para compartilhar histórias, dúvidas e dicas com as idealizadoras dos sites Mulheres viajantes e Asas Abertas.

Um corpo no mundo: experiências de mulheres viajantes, 23 no Rio de Janeiro
Roda de conversa sobre as experiências, dúvidas e inquietações das brasileiras que se aventuram pelo mundo.

Animou? Todos os eventos são gratuitos e/ou com contribuição voluntária.

Não é de Sampa? Veja aqui as passagens mais baratas para São Paulo.

Se quiser aproveitar e curtir as praias cariocas, você pode ver as melhores passagens para o Rio de Janeiro.

Muito obrigada a todas as mulheres que participaram da pesquisa e também àquelas que nos inspiram a cada dia a viajar mais. Se quiser compartilhar o seu relato e inspirar outras viajantes, por favor, use a hashtag #viajemulher :)