A Latam resolveu fugir do trivial e implementou em alguns dos seus voos nacionais um novo serviço de alimentação, voltado para produtos tipicamente nacionais, como o brigadeiro, o bolo de banana, entre outras opções. O resultado desta mudança foi uma aceitação maior dos passageiros. E por conta disso, a companhia resolveu ampliar este novo serviço. Desde ontem (12/9) o Mercado Latam já está presente em mais oito cidades do País, totalizando 26 bases (65% da malha doméstica).

Voos que tenham como origem ou destino os aeroportos de Confins e Uberlândia (MG), Cuiabá (MT), Florianópolis e Joinville (SC), Goiânia (GO), João Pessoa (PA) e Vitória (ES) passam a contar com a oferta. O Mercado Latam já foi implementado também em voos que operam em Bauru, Ribeirão Preto e São Paulo/Congonhas e Guarulhos (SP), Brasília (DF), Ilhéus, Porto Seguro e Salvador (BA), Maceió (AL), Manaus (AM), Marabá e Santarém (PA), Natal (RN), Palmas (TO), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro/Galeão e Santos Dumont (RJ). A companhia também adotou a prática em voos internos na Colômbia, Peru, Chile, Argentina e Equador.

O QUE MUDA?


O cardápio do Mercado Latam, no Brasil, traz produtos tipicamente nacionais, como brigadeiro, bolo de banana, entre outras opções. São 52 produtos no total. A oferta de comida também é ampla: sanduíches, wraps, saladas e diversas alternativas para o café da manhã. Ainda há bebidas quentes e frias, snacks salgados e doces, menu para crianças, vegetarianos, veganos, comida kosher, opções para celíacos e pessoas com intolerância à lactose. Entre as opções alcoólicas vale destacar um bar com espumante, vinhos e cervejas, entre outros. Os produtos podem ser adquiridos de forma avulsa com preços a partir de R$ 4, ou por meio de um dos combos, oferecidos a partir de R$ 14, com pagamento em dinheiro ou no cartão de crédito.

A previsão é de que o cardápio seja renovado duas vezes ao ano, com manutenção dos produtos mais bem aceitos e melhor avaliados pelos passageiros.