Chega um momento da vida em que você tem bons amigos de décadas, mas eles não vão poder embarcar com você nessa viagem. Mas não se desespere! Afinal, uma das coisas mais legais de viajar é conhecer gente nova de vários lugares do mundo. Tudo bem que essa missão nem sempre é simples, seja pela timidez ou simplesmente por não saber como dar o primeiro passo em direção ao seu mais novo companheiro de viagem. Quer uma ajudinha? Selecionamos 5 dicas que vão te ajudar a fazer amigos viajantes no seu próximo roteiro.


Pub Crawls


A gente não sabe quem inventou, mas se tivesse que traçar um perfil do suposto criador ele seria viajante que gosta de beber e dançar e fazer novas amizades. E assim nasceu o Pub Crawls, uma espécie de tour etílico por bares e baladas de uma mesma cidade. Um conceito novo no Brasil, mas que já bomba nas principais cidades europeias. E por que viajantes? Porque é dessa forma que os viajantes fazem para descobrir os melhores points para curtir a noite e de quebra conhece gente nova.

E como funciona? Geralmente é marcado um ponto de encontro onde jovens de diferentes hostels e hospedagens se encontram e de lá partem para um tour etílico passando por diferentes PUBs até terminar numa baladinha. Em Amsterdam, o Pub Crawl rola pela famosa Red Light. Em Nova York ele corta os bares de Manhattan. Em Buenos Aires o turista se aventura por Palermo antes de cair no tango. E no Brasil tem um bem legal em São Paulo passando pela Augusta e Vila Madalena.

Intercâmbio


Viajar e estudar fora do país. Dá pra enumerar aqui os benefícios: aprender uma segunda língua, descobrir novas culturas e, claro, fazer novas amizades. E nada melhor do que escolher um intercâmbio e optar por ficar na própria escola. Lá você vai dividir quarto com gente da mesma faixa etária, de outros países e vai construir novas amizades.

E na maior parte dos casos, essas escolas também atuam como hostels e têm toda infraestrutura que um estudante precisa para viver fora por um tempo: churrasqueira, bar, mesa de sinuca e uma acústica boa para as festinhas de segunda-feira para receber os novos amigos.

E ainda que você volte pro Brasil e a pessoa pro país de origem, com Facebook é fácil manter aquecida essa amizade.

Hostel


O hostel é uma fábrica de encontros. Na maioria das vezes, todos os viajantes que se hospedam em hostels, embora de nacionalidades diferentes, falam a mesma língua: curtem viagens econômicas, estão abertos a novas amizades, são super sociáveis e não hesitam em puxar conversa, participar de festinhas e marcar de visitar aquele ponto turístico na melhor das novas companhias.

E nem é só preciso ficar em quarto compartilhado ou participar das festas (e da zueira que never ends) para que os encontros aconteçam, não, tá? As áreas compartilhadas dos hostels - cozinha, recepção, área de lazer, entre outros - já são um convite pra abraçar o desconhecido e pra se permitir esbarrar - e conversar - com gente nova.

Pode confiar: essas acomodações vão te render bons momentos e, claro, vários amigos. Se a amizade vai durar pra sempre ou não, aí já é com você.

Couchsurfing


Hospedar-se de graça pelo mundo e fazer novas amizades? O Couchsurfing te ajuda. A rede social conecta viajantes em busca de uma alternativa mais econômica de se hospedar com anfitriões dispostos a oferecer seus sofás - camas, colchões, quartos - para receber visitantes. Além da economia, você ainda tem a oportunidade de pegar dicas e conhecer melhor o destino pela perspectiva de um local - quem sabe vocês até podem aproveitar um passeio juntos, né?

O Couchsurfing também funciona para marcar encontros (não é tinder, viu?) com outros membros, mesmo que você não vá se hospedar com a pessoa. Ou seja, caso o seu anfitrião não possa sair com você, é possível encontrar outras pessoas disponíveis pra te apresentar o destino e trocar experiências. Ah, e mais: nas cidades onde a comunidade de Couchsurfing é grande, costumam acontecer eventos organizados pelos próprios membros da comunidades para conectar os usuários da rede - outra ótima pedida pra fazer amigos.

Free Walking Tour


Melhor que conhecer todos os principais pontos turísticos de um destino, só conhecer todos os principais pontos turísticos de um destino sob a ótica de um local (ou de alguém que conhece bem a região) e sem pagar nada por isso. E é exatamente isso que o Free Walking Tour (passeio gratuito guiado) proporciona.

Além de ser um ótimo jeitinho de percorrer a cidade a pé, é também uma ótima oportunidade pra conhecer gente nova e - por que não? - fazer novos amigos, já que, geralmente, turistas de várias nacionalidades participam.

Entre uma atração e outra, você vai ver como, naturalmente, vai acabar se esbarrando com uma pessoa aqui, conversando com outra ali, e por aí vai. Basta só estar disposto a isso.

Ah, vale lembrar que, embora seja gratuito, nada te impede de fazer uma colaboração consciente, viu?

Ficou animado com as nossas dicas? Então bora encontrar aquela passagem que você está esperando há tempos e programar sua próxima viagem. Se o valor não estiver dentro do seu orçamento, basta cadastrar um alerta, que é o melhor jeitinho de você ser informado por e-mail quando os preços das passagens aéreas baixarem.

Ainda não segue o Voopter nas redes sociais? Está esperando o que para ter as melhores ofertas de passagens na sua timeline? Curta a gente no Facebook, siga o Voopter no Twitter e nos acompanhe no Instagram.